Páginas

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Um comentário

Estava lendo um artigo no  Pavablog sobre "pastores ateus continuam liderando suas igrejas", e entre os vários comentários teve um que me chamou atenção, do Anderson Paz e compartilho aqui:

O longo dos séculos, a atividade do pastor passou a ser "ensinar tudo o que Jesus ordenou", e não mais "ensinar a guardar tudo o que Jesus ordenou" (Mt; 28:18-20). Existe uma diferença fundamental entre essas duas atitudes.
Na primeira (ensinar o que Jesus ordenou), basta ser professor ou palestrante. Para isso não é necessário crer no que se está ensinando. Há ateus que conhecem a Bíblia muito bem, e podem dar aulas para muitos crentes.
Mas ensinar a guardar, é ensinar a observar, praticar, viver. E isso envolve vida. O que Jesus ensinou foi um estilo de vida. E o Novo Testamento chama, repetidas vezes, os pastores a serem modelos e exemplos para o rebanho. Mas, infelizmente, em muitos lugares as cristãos não conhecem a vidas de seus pastores.
Lamentável