Páginas

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

domingo, 23 de janeiro de 2011

Frase

Não sou um homem exigente, eu me contento com o melhor. Winston Churchill

Um cara legal!!

.

Vi lá no:   

 

Carta de Deus à sua filha rebelde

Se me desiludes nas pequenas coisas, como te poderei um dia confiar-te o muito que te quero? Quando apenas te peço a fidelidade a ti própria, a um projeto de vida que só te trará felicidade, e mesmo assim tu segues em frente, direita ao abismo, mandas-te de cabeça diretamente para as profundezas do inferno. Tantas vezes que te digo que te amo muitíssimo, que só te quero bem, que o caminho que tracei é o melhor para ti.
Filha rebelde, impura e infantil, que corres desesperada em direção às chamas eternas, por mais que eu tente puxar-te ferozmente para o meio da luz, por mais que tente abrir-te os olhos que teimas em manter cerrados. Porque insistes nas tuas correntes, quando eu tenho para ti um mundo de liberdade? Porque insistes em abraçar o mundo, quando o espírito é o melhor que tu tens?
Não posso fazer nada por ti, se não queres bem a ti própria. Quando o teu maior inimigo és tu, infligindo-te as maiores dores, só para sentires que há vida a correr nas tuas veias.
Já te disse mil vezes, és a minha filha querida, que eu quero cobrir de Amor puro e eterno, que quero encher de bênçãos e proteger. Mas se teimas em fechar os olhos e lançar-te nos braços de todos os demônios que te espicaçam a carne, se procuras voluntariamente todas as tentações que o pai da mentira tem para te oferecer, e matas sistematicamente todos os anjos que mando à tua vida para te proteger, pouco mais há que eu possa fazer por ti.
Já percebeste que és infeliz assim, que esse caminho só tem espinhos e escolhos, mas recusas-te a ver a felicidade que se estende num caminho de luz à tua frente. Se nada mais há a fazer por ti, eu sairei um dia da tua vida. Se não me escutas, eu não te obrigarei a nada. Se escolhes viver na miséria, quando podias viver como filha de Rei, deixar-te-ei seguir o teu caminho em paz, até um dia voltares a chorar para os meus braços. Se houver ainda salvação para a tua cegueira.
Eu amar-te-ei sempre, estarei à tua espera, para te abrir as portas do paraíso, assim tu queiras. Que o Inferno, é onde vives atualmente. 

Postado em Horas Negras por Sonia Almeida

Cristianismo - Como Jesus é diferente

Mark Driscoll

Cristianismo - Como Jesus é diferente from iPródigo on Vimeo.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011


Muitas pessoas desejam ter uma fé 
do tamanho de uma montanha, 
antes de tentarem mover 
uma semente de mostarda. 
Paul E.Holdcraft

Seu namoro é assim?



Baixar esse video em alta qualidade: http://www.megaupload.com/?d=2BQ84LZS (175mb)
Baixar esse video em baixa qualidade: http://www.megaupload.com/?d=6NYDHXVY (25mb)
Fonte:

Duro é esse discurso!!! 
Mas não deveria ser, pelo menos para os cristãos.

Ao amanhecer



"Ao amanhecer, as confusões de ontem são coisas do passado. 
Há um novo dia à nossa frente, um dia que nunca existiu"- H. Borland

domingo, 16 de janeiro de 2011

Há um lugar





Há um lugar
(Heloísa Rosa)

Há um lugar de descanso em ti
Há um lugar de refrigério em ti
Há um lugar onde a verdade reina, esse lugar é no Senhor
Há um lugar onde as pessoas não me influenciam
Há um lugar onde eu ouço teu Espírito
Há um lugar de vitória em meio à guerra, esse lugar é no Senhor
Esse lugar é no senhor (4x)
Há um lugar onde a inconstância não me domina
Há um lugar onde minha fé é fortalecida
Há um lugar onde a paz é quem governa, esse lugar é no Senhor
Há um lugar onde os sonhos não se abortam
Há um lugar onde o temor não me enrijece
Há um lugar que quando se perde é que se ganha, esse lugar é no Senhor
Jesus!
És tudo o que eu preciso, Jesus!
Eu te preciso

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Graça

Por André Sanchez
Série o que significa isso?

No artigo passado vimos o que significa salvação. Vimos que Deus providenciou uma forma de reconciliação entre nós (pecadores que merecem o justo castigo) e Ele (o que foi ofendido pelos nossos pecados e tem o direito de aplicar a pena estabelecida). Essa forma de reconciliação foi a morte de Jesus Cristo na cruz. Jesus pagou a divida que era nossa perante Deus. Assim, nós nos reconciliamos com Deus crendo (pela fé) na obra de Jesus Cristo. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus”. (Efésios 2:8)

Faltou explicar o trecho:
 “Porque pela graça sois salvos”.

A palavra graça tem muitos significados na Bíblia, mas o principal deles aponta para o grande amor de Deus que salva as pessoas e as conserva unidas com Ele. Em outras palavras, a “graça de Deus” significa a decisão amorosa de Deus em nos salvar da maldição eterna e nos abençoar, mesmo nós não sendo merecedores.

É algo difícil para o mundo compreender. No mundo, aquele que ofendeu é quem deve ir em direção ao ofendido e buscar a reconciliação. A graça de Deus é o contrário: Deus (o ofendido) é quem veio em nossa direção (os ofensores) e nos ofereceu a reconciliação.

Portanto, a graça de Deus é muito grandiosa, pois foi através dela que Deus nos deu a esperança de termos os nossos pecados perdoados e uma nova vida nesta terra, e também uma vida eterna nos céus (salvação).

Outros significados da palavra graça:

• A soma das bênçãos que uma pessoa, sem merecer, recebe de Deus;
• A influência sustentadora de Deus que permite que a pessoa salva continue fiel e firme na fé;
• Louvor; gratidão;
• Boa vontade; aprovação;
• Beleza;
• Bondade;
• “De graça” é sem pagar nada.

*Definições da palavra “graça” retiradas do Dicionário da Bíblia de Almeida
Fonte:

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Cansei dos Cansados!

Cansei!
Não agüento mais ler textos do tipo “a igreja não presta”, “Deixei a igreja para ser cristão”, “a religião é uma porcaria”, “depois que abandonei a igreja é que entendi o que é ser cristão”, etc...
Não! Não falo daqueles que, ao criticarem a religiosidade (e não a religião) e o institucionalismo (e não a instituição), nos desafiam a, em comunidade, buscarmos um meio de “oxigenarmos” algo que parece estar empoeirado e sem vida.
Os que criticam, mas permanecem DENTRO, lutando para que o monstro perca a viscosidade e o lodo que assim lhe fizeram e que se volte ao “primeiro amor”, ou à missão integral... estes têm meu respeito e admiração. Faço coro com eles.
Mas cansei  daqueles que falam por falar... que entraram na moda (sim, porque agora é moda) de detonarem a instituição por nada! Gente que não tem compromisso com um grupo local e que, através deste, quer mudar o quadro triste em que nos encontramos não tem meu tempo, que já é escasso, para seus exercícios de “francos-atiradores”.
Cansei daqueles que vociferam contra a “instituição oficial” e criam “instituiçõezinhas” paralelas, com a mesma estrutura, mesmo “formato”, mesma liderança... até porque são formados pelo mesmo tipo de problema da “religião”: pessoas!
Cansei da “apologética” que nada mais é que um humor nonsense , desprovido de compromisso com a Palavra, sem propostas significativas para o que se fazer “no lugar de”. A estes, cabe a mesma crítica que faço ao liberalismo teológico: destroem sem ter nada para construir depois.” Isto é iconoclastia, e não crítica construtiva! Esses nunca souberam o que é a apologética e envergonham aqueles que nos séculos de cristianismo a fizeram às custas de muito estudo, cuidado e zelo.
Cansei!
Cansei porque mesmo achando a RELIGIOSIDADE um câncer no meio da igreja, entendo a religião como algo inerente ao ser humano, que já nasce com essa “falta”, com esse desejo de se “re-ligar” a algo ou alguma coisa. Bater na religião por causa da religiosidade é como desfazer-se da política, como ciência e realidade de um povo, por causa dos políticos e do mau uso que fazem daquilo que deveria ser bom.
Cansei porque mesmo considerando um absurdo e um abuso o que muitos pastores fazem em relação ao dinheiro, sugando literalmente o suado trabalho de seus “fiéis”, valendo-se de ameaças e maldições para aqueles que não lhes entregam os bens, ainda acredito na liberalidade e na validade ainda para hoje dos princípios de sustento e manutenção da obra através de dízimos e ofertas, como frutos de gratidão e consciência.
Cansei porque mesmo não fechando os olhos para os inúmeros pastores pilantras e suas igrejas alienadas, ainda acredito que haja gente séria à frente de ministérios sérios e que há, SIM, igrejas onde a instituição está a serviço do povo e não o contrário. Acredito que aqui e ali, ainda encontramos gente sincera, honesta e que quer realmente ser igreja, UNS COM OS OUTROS, porque entenderam que NÃO EXISTE IGREJA SEM COMUNIDADE!
Cansei porque mesmo sabendo das imperfeições da igreja local é justamente por isso que entendo a graça manifesta no meio da comunidade, onde há a troca de experiências, o “suportar-se uns aos outros”, onde o defeito do outro não é maior que o meu (antes me ensina e me alerta), e JUNTOS, experimentamos da graça que nos une, perdoa e nos transforma dia-a-dia, na nova criação de Deus, sinalizando seu Reino de justiça e amor, apesar de nossas imperfeições.
Cansei!
Quero fazer diferença onde eu estiver, no meio do povo, sem pensar que “me excluindo é que consigo realizar o que Cristo quer”. Isso não existe.
Repito: Só há cristianismo ou “evangelho do Cristo” como preferem os puristas, na vida em comunidade, porque mesmo Deus desconhece a solidão, e existe em comunidade: a trindade! Quando dizemos que podemos viver a vida do Cristo sozinhos, ofendemos a Deus e sua unidade na diversidade trinitariana.
Cansei, mas minhas forças se renovam ao ouvir gente como Ed Rene Kivitz, Ricardo Gondim, Carlos Novaes, Ricardo Barbosa, Valdir Steuernagel, Robinson Cavalcanti, entre outros... que mesmo reconhecendo a fragilidade (e acho que essa fragilidade é boa) e os defeitos da instituição, a criticam para mudá-la, colocando-a no devido lugar, como serva das pessoas que se reúnem e não como senhora de seus desejos e caprichos.
Àqueles que criticam por criticar... que “cansaram”, mas estão “descansando em seu cansaço”, perdoem-me... cansei de vocês!

José Barbosa Junior
Rio, 07 de junho de 2010 
 Postado em:            

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Ensinos


Cuide de você mesmo e tenha cuidado com o que ensina. Continue fazendo isso, pois assim você salvará tanto você mesmo como os que o escutam. I Timóteo 4.16

A espera

Muitos deixam de acreditar por causa 
do tempo da espera de brotar 
Wansel Ribeiro

Encurvados ou eretos?

E estava na sinagoga uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia 18 anos e andava curvada e não podia de modo nenhum endireitar-se. E vendo-a Jesus, chamou-a… e pôs as mãos sobre ela. Lucas 13.10 e 12.
Dezoito anos de escravidão Dezoito anos andando encurvada. Que vida! Como estamos nós, encurvados ou eretos? Se encurvados, há quanto tempo? E o que nos faz ficar encurvados? Se você está encurvado não precisa continuar dessa forma. Jesus chama você para resolver esse problema. Mas aquela mulher tem alguma coisa a nos ensinar:  
1. Mesmo doente e oprimida ela foi para a sinagoga que era  o lugar de adorar a Deus. Nossos males físicos não são desculpas para nos ausentarmos de reuniões de adoração.  
2. Imagine o constrangimento de andar pelas ruas naquela posição… Mas ela ia. As dores (já perguntei a uma senhora de grande corcundez sobre suas dores e ela me disse que eram terríveis) não a impediam dessa caminhada rumo a casa de Deus.  
3. Quando Jesus chamou-a ela obedeceu. Creio que chamou-a para chegar à frente. Você diria? Todos olhando? Mas ela foi. Gostamos de obedecer Jesus? Essa é coisa mais importante de qualquer culto – Obediência a Cristo.  
4. Críticos nunca faltam. O chefe da sinagoga ficou INDIGNADO. Não se admire até de Pastores indignados com você, o que vale é o chamado de Jesus. 

Vejamos o que Jesus faz.
I) Ele nos vê. Não somos ignorados por Cristo. Somos objeto do seu olhar de graça e misericórdia. Jesus viu todo o sofrimento daquele corpo e daquela alma que estava prisioneira de Satanás. Jesus está me vendo e vendo você.
II) Jesus chamou-a. Está escrito: CHAMOU-A  A SI. É isso mesmo, Ele nos quer bem de perto. A anormalidade daquela pobre mulher não foi motivo para que Ele não a quisesse perto de si. De modo geral fugimos de pessoas anormais. Tentamos escapar dos que tem defeitos físicos. Jesus não. Ele nos chama para bem perto de si.  
III) Jesus falou com ela. Quem falava com ela? Creio que ninguém, só havia olhares de reprovação pela sua presença. Talvez suas roupas fossem diferentes… Ah! Quanta marginalização existia e ainda existe hoje. Felizmente Jesus está acima de todas essas limitações.
IV) Jesus tocou-a, colocou-a a mão sobre sua costa encurvada. Imagine aquela sensação… Você é tratado por alguém de modo especial? Há toques de rejeição, de marginalização… Jesus não, Jesus nos toca para fazer-nos libertos de antigos males e marcas dolorosas! Deixe-se tocar por Jesus. Ele vai mostrar quanto ama você! Jesus declarou-a livre da sua enfermidade e logo ficou ereta; e mais, Jesus a disse FILHA DE ABRAÃO! Sim, isso mesmo, magistral, estupendo, grandioso! Quem ali chegara encurvada ao peso de tantos males voltava ao lar totalmente libertada por Jesus. Ao passar de volta pela mesma rua por onde viera todos estavam olhando. Alguns diziam: Olha, olha, ela agora já não é corcunda! Bendito Jesus que leva minhas mazelas e me faz andar ereto, libertado por suas mãos de poder e de amor.

Pastor José Britto Barros, o ANDARILHO


Os Dois senhores do evangelismo

Preste bem atenção!

 

domingo, 9 de janeiro de 2011

Reputação


Preocupe-se mais com a sua consciência 
do que com sua reputação. 
Porque sua consciência é o que você é, 
e a sua reputação é o que os outros pensam de você. 
E o que os outros pensam, é problema deles. 
Bob Marley 

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

"Passeando" como sempre encontrei um texto muito bom sobre Natal. Se vocês reparam eu não falei nada de Natal e nem Ano Novo, que quando tiver paciência explico o porquê, que aliás esse texto fala um pouco do por quê não comentei sobre Natal.

Todos Falam de Jesus

No natal ouço todo tipo de gente falar em Jesus, pessoas de religiões sincréticas diversas, de espiritualidades heterogêneas e cristandades em todo o mundo. Artistas televisivos, ateus emocionados, cristão não praticantes, gente que em geral passa o ano ignorando a existência de Deus no natal falam de Paz, esperança, amor e Jesus, nessa ordem.
De maneira curiosa o natal desperta uma espécie de evidenciamento do vazio existencial interior da população como um todo. Todos querem transmitir uma mensagem de amor e união mesmo depois de um ano desgraçado. Elas querem fazer pedidos, dar presentes, e em uma união com a sensação de fim que a virada do ano dá as pessoas passam a prometer mudanças, compromissos românticos e utópicos.
A verdade é que todos falam em Jesus, mas estão muito longe da verdade, usam a figura do menino Jesus como esperança de algo que realmente não entendem , é realmente uma espiritualidade abstrata e na maioria das vezes inútil, pois em pouquíssimo tempo todos voltam às vidas medíocres e solícitas. Se eu falo de Jesus no decorrer do ano sou taxado com um crente arrogante e invasivo. Mas no fim do ano todos falam de Jesus, mas de um Jesus que eu não reconheço na bíblia, um Jesus espiritualmente adaptável a qualquer que seja o desejo espiritual das pessoas.
Não bastasse essa salada bizarra de presépio com papai Noel e presentes, ainda vemos uma mal analise coletiva da real identidade de Jesus. Todos falam do menino e da mãe dele, mas ninguém fala do Filho do Homem, do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, do Deus conosco, do sofredor, daquele que levou sobre si as nossas dores, daquele que foi moído por nós, que sangrou, que morreu inocentemente e vergonhosamente em uma cruz de madeira, que foi imolado para que todos nós fossemos livres de uma escravidão existencial e até então perpétua.
Se já não falam do Jesus que morreu a ressurreição então vira uma lenda. E ainda que falem em alguns lugares ainda não percebem a verdadeira face do Cristo, do Messias, do enviado, do Salvador, do Deus que abdicou de suas características de Deus e se fez homem, vindo ao mundo como nós, em um útero de uma mulher. Sentiu nossas ânsias, medos e dores para que hoje pudesse nos consolar. Que o Natal seja um momento de descoberta de quem realmente era Jesus. Não vale a pena sustentar uma meia verdade, se Jesus era o filho de Deus que nasceu de um virgem, então que busquemos entender o final da história.
 

Você sabia?

Que: 
 Talião  - castigo que consiste em fazer sofrer ao delinquente o que ele fez sofrer à vítima (olho por olho, dente por dente)


Frase

Inveja é uma confissão de inferioridade - P. Chasles

Frase

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

E viva a leitura!!

O hábito de ler proporciona muitos benefícios à saúde. A leitura ajuda a reduzir o estresse e estimular a memória. Sua prática age como uma musculação para o cérebro e os médicos recomendam que se leia um livro por mês.


Ao acompanhar um texto, exige-se do cérebro um conhecimento dos sistemas de linguagem, obrigando o leitor a realizar um trabalho ativo de compreensão e interpretação de texto.

E isso ajuda a manter a funcionalidade intelectual ao longo da vida, mantendo a mente ativa e prevenindo déficits de memória e declínios das funções cognitivas.

O ato de ler envolve quatro processadores: o processador ortográfico, que diz respeito à maneira de escrever as palavras; o processador de palavras refere-se ao sentido de uma palavra; o processador fonológico refere-se à unidade menor que forma uma sílaba ou uma palavra; e o processador de contexto que se refere à sintaxe, ao papel de cada palavra numa frase, formando uma estrutura com um significado maior que a palavra, desenvolve noções linguística e regras gramaticais.

Estudos mostram que hábeis leitores não necessitam mais do processador fonológico para entender o significado de uma palavra escrita. Já maus leitores apresentam dificuldades nos processadores visuais e/ou auditivos, cometendo distorções, inversões, trocas e omissões, as chamadas dislexias. Conforme os tipos de dislexia, estudos mostraram lesões nas áreas, occipital, temporal ou ainda parietal.


Meu comentário:
Quando jovem ( a bem pouco tempo atrás rsrsrs...) eu lia muito, virava noites e noites debruçada em um livro. Hoje se eu conseguir chegar ao fim da página já me dou por satisfeita rsrsrs... Continuo a gostar de ler, mas não consigo me fixar no leio. Minha mente viaja, antes viajava com o livro, na estória, agora nem lembro do que o livro se trata. Fico triste, mesmo assim em 2010 li dois livros (se bem que é dessa finurinha assim ó, mas tá valendo!!), mas pra quem lia um em um dia...
Acho que nesse tempo eu era bem mais esperta.