Páginas

sábado, 6 de agosto de 2011

Os que deveriam salgar a terra estão virando estátuas de sal

A história de Ló é muito relevante para nossos dias. Ele era um homem justo, que brilhava no meio da cidade perversa de Sodoma. Quando os dois anjos chegaram para avisá-lo sobre a destruição da cidade, ele lhes ofereceu acomodação e deu tudo de melhor que tinha. Ele era um homem que temia a Deus, apesar de viver no meio de pessoas impuras.

Nós também vivemos em um mundo perverso. Uma das passagens mais chocantes da Bíblia é essa: “Todos os homens de toda parte da cidade de Sodoma, dos mais jovens aos mais velhos, cercaram a casa. Chamaram Ló e lhe disseram: ‘Onde estão os homens que vieram à sua casa esta noite? Traga-os para nós aqui fora para que tenhamos relações com eles’. Ló saiu da casa, fechou a porta atrás de si e lhes disse: “Não, meus amigos! Não façam essa perversidade!”(Gn 19.5,6)

O resultado dessa perversidade foi a cegueira. Os anjos cegaram a todos os homens que queriam fazer essa obscenidade, e então avisaram a Ló que iriam destruir aquela cidade. Eles disseram: “as acusações feitas ao Senhor contra este povo são tantas que ele nos enviou para destruir a cidade”.

Os anjos puxaram Ló, sua mulher e duas filhas da cidade, porque teve misericórdia deles, e disseram a eles: “Fujam por amor à vida!”. Meu querido, persevere no compromisso de Ló: “Fujam da imoralidade sexual. Todos os outros pecados que alguém comete, fora do corpo os comete; mas quem peca sexualmente, peca contra o seu próprio corpo.” (1 Co 6.18)

Depois de mostrar sua misericórdia com Ló, Deus fez chover do céu fogo e enxofre sobre Sodoma e Gomorra. Ele destruiu todas as edificações, vegetação e habitantes. A família de Ló foi salva, mas um fato muito interessante aconteceu: “Mas a mulher de Ló olhou para trás e se transformou numa estátua de sal.” (Gn 19.26)

Nós, que conhecemos a Cristo, temos duas opções na vida: 1. Salgar a terra e sermos luz no mundo; 2. Não salgar a terra e virarmos estátuas de sal.

A pessoa que vira uma estátua de sal é aquela que já conheceu ao amor de Deus, já foi salva da morte e do castigo, mas sente saudade do mundo. Sente vontade de voltar a viver desfrutando dos prazeres deste mundo, curtindo a vida sem limites ou reverência a Deus. Em Lucas 17.32, Jesus diz uma frase que muitos nem sabem que existe: “lembrem-se da mulher de Ló!”

Cuidado para não virar uma estátua de sal, esquentando bancos de igrejas, lendo a Bíblia e não pondo em prática, dizendo ser cristão e não amando ao seu próximo. O Evangelho é sempre sobre o “outro” e nunca sobre “mim”. Abra seus olhos e veja que você é chamado para brilhar neste mundo e fazer a diferença, ser os braços de Cristo e ajudar o necessitado, olhar para frente e perseverar na fé.

“Os que deveriam salgar a terra estão virando estátuas de sal. Os que deveriam ser o tempero do mundo estão temperando seus próprios desejos, vivendo para sua própria glória.”

Matheus Ortega
 
Vi lá no Assem-Bereia de Deus