Páginas

domingo, 23 de outubro de 2011

Quase fiquei triste

Quem já ficou triste sabe
Entende o que vou falar
Conhece o que sinto agora

Aliás agora eu quero ser nada
Não sentir nada
Não pensar nada
Não lembrar nada
Não viver pra nada

Quero ser medrosa
Quero ser covarde
Quero se egoísta
Me jogar numa pista
Só pra fazer rima

Uma rima com a vida que me irrita
Que me tira da trilha


Mas não tenho força pra nada disso
Pois meu coração não pára de sentir
Não pára de pensar
Não pára de lembrar
De Jesus que me estende mão
Consola meu coração

Faz o sol brilhar
Meu sorriso abrir
E a esperança surgir
Como não amar alguém assim?