Páginas

domingo, 30 de outubro de 2011

Seguros do perigo do amor

 
O amor é um ato de fé, donde, quem for de pouca fé, 
também será capuz de pouco amor.-
-Erich Fromm-


Amar é ser vulnerável. Ame qualquer coisa ou pessoa, e certamente o seu coração vai doer e talvez se partir. 

Se você deseja mantê-lo intacto, não dê seu coração a ninguém, nem mesmo a um animal. 

Evite qualquer envolvimento, mantenha-o trancado com segurança no caixão do seu egoísmo. Nesse esquife-seguro, escuro, imóvel, e sem ar-, ele não vai se partir, passará a ser inquebrável, impenetrável, irrecuperável. 

O único lugar onde você pode estar perfeitamente seguro dos perigos do amor é no inferno. 

Por C.S.Lewis