Páginas

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Relacionamento com Deus


Deus é um Deus de relacionamentos, e muitas vezes até interpreta-se como uma 'pessoa', com a qual podemos nos relacionar, podemos conhecer, conversar, pedir conselhos, receber auxílio, ânimo, amor.

Deus não quer ver pessoas que apenas fazem obras para Ele, mas também deseja que busquem conhecer o coração dEle, e as obras surgem naturalmente. Muitas vezes nos tornamos como Marta, e desejamos 'fazer' muitas coisas para Deus, e chega um ponto que até achamos errado parar para ouvir Jesus, pois não estamos fazendo nada para Ele. Eis o ponto errado. 
Em Lucas 10:38-42 narra a história dessas duas mulheres, Maria e Marta, e Maria decidiu estar com Jesus, se relacionar com Ele, prestar atenção nEle. É claro, há serviço a ser feito, entenda que nãoe stou dizendo que você não precisa servir, mas o que quero dizer é que muitas vezes nos preocupamos mais em servir, do que propriamente em conhecer aquele a quem servimos. E as próprias palavras de Jesus nos versículos 41 e 42 foram: “Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. Entretanto, pouco é necessário, ou mesmo uma só coisa; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.” (Lucas 10:41,42). 
O ponto chave de comparação a que quero chegar é que há duas formas de 'fazer as coisas para Deus'. Por exemplo, você pode orar por obrigação, por achar que deve, e por ter essa disciplina, mas em dado momento essa disciplina precisa se tornar em busca de conhecer Deus de fato, e não apenas cumprir métodos que você criou no teu coração que deve cumprir. E é claro, buscar ter uma vida de oração agrada sobremaneira a Deus, mas se a busca por orar é apenas para cumprir um formulário, então está apenas na seção de obras a fazer para Deus, e não está sendo uma ferramenta para buscar conhecer Deus, conhecer o coração dEle, e é claro, interceder pelas coisas que Ele mesmo quer que você interceda em oração. 
O João Suzin, meu discipulador, sempre me diz que a disciplina ajuda muito no início, mas em dado momento a disciplina em uma, por exemplo, vida de oração, naturalmente deve se tornar uma busca por intimidade e em algo agradável a se fazer.

E caso você não tem conseguido cumprir todas as suas metas em 'obras para Deus', lembre-se que Maria ficou com a melhor parte, só ouvia Jesus. Preocupe-se mais em tentar ouvir Deus, e se relacionar com Ele, criar intimidade com Ele, do que simplesmente fazer coisas para Ele. Se você conhece Deus, naturalmente fará as coisas para Ele, apenas por passar tempo desfrutando da presença dEle. E mesmo nesse ponto de achar que não é digno, ou desobediente por não conseguir cumprir tudo o que você estabeleceu, lembre-se que você nunca será considerado justo por atitudes de justiça que você possa tomar. Pelo teu próprio braço você sempre será considerado pecador. Mas há algo mais. Em Romanos 5:18,19 está escrito: Portanto, assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação e vida. Porque, assim como pela desobediência de um só homem muitos foram constituídos pecadores, assim também pela obediência de um muitos serão constituídos justos.” Ou seja, assim como pelo pecado de Adão, todos foram considerados pecadores, assim também, pela obediência de apenas um, Jesus Cristo, através da vinda dEle, e completa obediência DELE, somos considerados justos nEle, simplesmente por crermos nEle. 
Quando Adão pecou, toda a humanidade caiu com Ele, mas com a obediência de Cristo, nós podemos ser considerados justos, porque Ele foi justo, não porque nós pela nossa própria natureza o somos. Na mesma carta aos romanos, no capítulo 3, Paulo também cita passagens escritas em Salmos, Eclesiastes e Isaías, mas baseando-se em uma citação apenas, a de Romanos 3:10,11, que diz: “Não há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus”. O que isso quer dizer? Quer dizer que não temos como buscar Deus? Que ninguém tem chance? Não, isso apenas quer dizer que somos naturalmente pecadores, e naturalmente não somos justos, não entendemos, e não buscamos a Deus. Mas através de Jesus essa realidade é transformada, agora podemos ser considerados justos pela obediência dEle, e podemos busca-Lo, porque Ele mesmo nos auxilia nisso.

Que possamos buscar conhecer mais esse Deus, buscar ter um relacionamento com Ele, conversar durante o dia com Ele em todos os momentos, não apenas em um tempo a sós (que sim, é importante!), mas saiba que Ele está com você em todos os momentos, portanto, para conversar com Ele, pode ser na rua, pode ser durante o banho, pode ser enquanto cozinha, ou em qualquer outro tempo ou lugar, podemos conversar e falar com Ele.

Todo o poder, toda a honra, glória, força e majestade pertencem a Deus, pelos séculos dos séculos. Amém.

Vi lá no: