Páginas

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

P.S. Eu Te Amo e Criança 44

Livro: P.S. Eu Te Amo
Autor: Cecelia Ahern
376 páginas
2 estrelas (estou sendo boa)

Uma das decepções deste ano. A ideia é boa, mas a autora, me perdoe, meteu os pés pelas mãos. Tornou o livro chato, personagens sem graça e sem nem uma empatia com o leitor, a leitura só continua porque há uma esperança de a coisa melhore, pra ver onde vai dar.
Já li livros de adolescente onde a gente torce, se apaixona e ri com os personagens, nesse livro a gente quer que acabe logo!

Às vezes, muitas palavras só enchem uma página, não nos contam uma história



Sinopse:
Quase todas as noites Holly e Gerry tinham a mesma discussão - qual dos dois se ia levantar da cama e voltar tacteando pateticamente o caminho de regresso ao apetecível leito? Comprar um candeeiro de mesa-de-cabeceira parecia não fazer parte dos planos, e assim o episódio da luz repetia-se a cada noite, num rito conjugal de pendor cómico a que nenhum desejava pôr termo. Agora, ao recordar esses momentos de pura felicidade, Holly sentia-se perdida sem Gerry. Simplesmente não sabia viver sem ele. Mas ele sabia-o, conhecia-a demasiado bem para a deixar no mundo sozinha e sem rumo. Por isso, imaginou uma forma de perpetuar ainda por algum tempo a sua presença junto da mulher, incentivando-a a viver de novo. Mas como se sobrevive à perda de um grande amor? Holly ter-nos-ia respondido: não se sobrevive! Mas Holly sobreviveu!


Agora a história é outra...

Livro: Criança 44 - Trilogia Liev Demidov # 1/3
Autor: Tom Rob Smith
434 páginas
4 estrelas

Esse sim, um ótimo livro, gostei da escrita e da história. Um livro criativo e surpreendente. Mostra a sociedade soviética devastada de todas as formas. Onde o personagem principal, tentará desvendar uma série de assassinatos de crianças ao longo de uma parte da Rússia, na época de Stálin e, passa de caçado a caça.

Quem sabe escrever, sabe como contar uma história, amo isso.


Sinopse:
O romance é baseado na história real do assassino em série russo Andrei Chikatilo, também conhecido como o Estripador de Rostov, que foi o responsável por 52 assassinatos na União Soviética. Além de destacar o problema da criminalidade da era soviética, em um estado onde "não há crime", o romance também explora a paranóia da época, o sistema de educação, o aparato da polícia secreta, orfanatos, a homossexualidade na URSS e o descaso com os hospitais psiquiátricos. O livro é a primeira parte de uma trilogia. A segunda parte é chamada de O Discurso Secreto e também apresenta o personagem de Liev Demidov e sua esposa, Raíssa Demidova.

Bjoo