Páginas

domingo, 27 de dezembro de 2015

Entre O Agora e O Nunca

Livro: Entre O Agora e O Nunca – Série Entre O Agora e O Nunca # 1
Autor: J.A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
359 páginas
4 estrelas

Sinopse:
Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.

Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.

Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.


O livro é narrado na primeira pessoa, por Camryn e Andrew, alternadamente. A escrita de Redmerski é tranquila, ela praticamente nos leva para a história, ela nos envolve. Ela torna os dois carismáticos e nos apaixonamos por eles. Camryn é, a princípio, meio confusa por causa dos seus traumas, provocados por uma série de acontecimentos, Andrew é mais leve, engraçado, apaixonante mesmo.

Camryn vai se descobrindo, se conhecendo com ajuda do Andrew. Ele é atencioso e se importa com ela de verdade. Mas nas entrelinhas a gente sente que ele esconde alguma coisa, que tem algo que ele não quer contar, foge. E no desenrolar da história a gente descobre que realmente há uma coisa e séria. De tirar o fôlego.
...É como um puta conto de fadas do caralho que não dá pra inventar, sabe?”- apesar do vocabulário chulo da amiga de Camryn, a Natalie, é bem isso mesmo.
Amei como livro terminou, apesar da dor no coração que a Redmerski causou. É um livro apaixonante por causa da forma como foi escrita, não sei explicar, sei que essa escritora, pelo menos nesse livro, é excelente. Somo levados página após página, quando a gente vê acabou… aí vem a ressaca! Ahhhh mas tem o segundo, espero que seja no mesmo nível.
Recomendo, mas com uma ressalva: leia em um dia que você tenha tempo, porque a hora que você começar não vai querer parar, é quase impossível! Hehehehe
Bjoo com suspiros!