Páginas

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Encarcerados

Livro: Encarcerados Livro 1 –  A Fuga De Furnace
Autor: Alexander Gordon Smith
Editora Benvirá
294 páginas
4 estrelas

Sinopse:
Sob o céu está o inferno. Sob o inferno, a Penitenciaria de Furnace.”
De um dia para outro, Alex Sawyer passou de valentão a delinquente juvenil. Os trocados arrancados dos garotos na escola já não eram suficientes, e, com a ajuda de seu melhor amigo, Toby, começou a cometer pequenos furtos na vizinhança. Até que uma noite, homens fortes, de terno preto, e um esquisitão usando uma máscara de gás cruzaram o caminho dos dois. Toby foi cruelmente assassinado e Alex, preso e acusado pela morte do amigo. Seu novo lar? A Penitenciária de Furnace, um buraco - literalmente - para onde todos os garotos condenados são enviados, e de onde só é possível sair morto. Com guardas sádicos e criaturas terríveis responsáveis pela segurança, Furnace é o inferno. O lugar é infestado de criminosos - como as perigosas gangues Caveiras e os Cinquenta e Nove - mas também há muitos garotos que, como Alex, foram presos por crimes que não cometeram. Como escapar e provar sua inocência? Em quem confiar? O que na verdade era Furnace: um reformatório? Um depósito? Ou, pior, um laboratório maligno?





A escrita de Alexander G. Smith é clara, limpa, sem rodeios e blá blá blá. A leitura flui, bem… no meu caso só não fluiu melhor por causa da agonia que eu sinto, sou meio mole. O que eles passam dentro de Furnace não é fácil.
A narrativa é feita na primeira pessoa, pelo Alex. Começa com ele já na prisão, no entanto, ele passa a narrar como foi parar lá e as coisas que acontece. É um livro tenso, muito tenso. A cada capítulo uma agonia e fica pior quando começa os planos de fuga.
O final é uma coisa a parte. Ele termina quase obrigando o leitor a ler o próximo livro, que é Solitária, sendo assim podemos imaginar que alguma coisa não deu certo, quem sabe? Só lendo o próximo.
Recomendo horas de agonia e sofrimento hehehehe…
Bjoo