Páginas

domingo, 10 de janeiro de 2016

Grand Finale





Eu te amei
Com a intensidade que me acometia
Com o medo que me faltava
Com a esperança que me convencia
Como se não pudesse ser desgraça
Eu te amei
Com o desejo que me assolava
Com a fantasia que me seduzia
Com a certeza que palpitava
Como se fosse minha maior poesia
A intensidade restante não tem medo do sacrifício, assistiu à morte da esperança. Suicida, agora se despedaça a cada instante, como qualquer desgraça.
O desejo enfraquece, sem pressa nem dó de quem o sente. Mas esmorece, reticente, enquanto brinca com as fantasias que a certeza já desconhece.
E sobrou a poesia.
Eu te amei
Com o amor que eu merecia

Isabela Xavier


Isabela é uma lindinha cheia de palavras lindas do Exteriorizando