Páginas

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Tentação Sem Limites

Livro: Tentação Sem Limites - Rosemary Beach #2 - Sem Limites #2
Autor: Abbi Glines
Editora Arqueiro
211 páginas
3 estrelas

Sinopse:
Ela não consegue deixar de amá-lo, mesmo sabendo que jamais o perdoará.
A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la?
O terrível segredo de Rush Finlay.Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo. Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente. Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. 


Depois de toda a besteirada do primeiro livro, Paixão Sem Limites, o chove não molha continua nesse livro, só que agora com a narração de Blaire e Rush. Apesar do mimimi dela, a história está melhor, e chega dar peninha do sofrimento do Rush.

O cara, lindo, rico e apaixonado – quem não perdoa? Hehehehehe
Fico pensando por qual motivo esses homens de romance tem uma fixação por alimentar a mulher. Que coisa irritante! Não está vendo que isso engorda, caramba? Não é romântico! Agora, cá entre nós, eu gosto daquela situação com um “ciuminho” básico: “O que ele estava querendo dizer e por que estava agindo como protetor da Blaire? Não gostei disso. Meu sangue começou a ferver e cerrei os punhos.” Faz mais sentido que enfiar comida na mulher hehehehehe
Gente, Rush vai se transformando em um “fofo”, mas Blaire é muito infantil em seus sentimentos, tem que ter paciência.
E aí, tchanãããã… um segredo é revelado, ahhh desse momento eu gostei e achei muito bom, Abbi Glines deu uma levantada na história! Ahhh e o final foi muito bonitinho.
Apesar de umas infantilidades da Blaire, esse livro prende mais a gente na leitura, foi mais agradável de ler e deu pra gente conhecer outros personagens e também gostar deles. Penso que Abbi Glines vacilou em separar esse livro do primeiro.
Bem, é isso.
Bjoo