Páginas

quinta-feira, 31 de março de 2016

Todo Dia

Livro: Todo Dia
Autor: David Levithan
Editora Galera Record
280 páginas
4 estrelas


Sinopse:
Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.




Esse é o primeiro livro que leio de David Levithan, amei sua escrita, ela tem ritmo e flui de forma suave, mas rápida, ele nos envolve na história que é no mínimo surpreendente.
Uma história narrada na primeira pessoa, por A. História curiosa onde o protagonista todo dia acorda em um corpo diferente. Não importa o sexo, mas a idade é sempre a mesma da dele, 16 anos. Acontece que um dia ele acorda no corpo de Justin e se apaixona por sua namorada, a Rhiannon. E assim começa sua busca por ela, de sempre dar um jeito de voltar a vê-la. Isso provoca uma reviravolta na vida de A, Rhiannon e de algumas vidas a qual ele se “hospeda”.
Eu ficaria doida, odiaria. Não dá para criar vínculos, para começar ou terminar nada. Não se tem amigos, pais, não se tem nada. Sozinho sempre em um corpo diferente, em lugares diferentes. Que horrível!!! “Tô” fora!
Eu gostei do conhecimento adquirido com as experiências e seu amor puro e sincero. Apesar de A ser adolescente, ele não é infantil.


Conhecimento é a única coisa que levo comigo quando vou embora


Quanto ao final eu ainda não sei se gostei, mas recomendo a leitura, é um livro muito bom. Vale até para uma reflexão sobre como vivemos nosso dia, nossa ligação com as outras pessoas.
Pode investir nela leitura.
Até lá!
Bjoo

Em Tempo: Esse é mais um livro que li junto com a Cinderela Débora, do Cinderelas Literárias , você pode ler a resenha dela também, aliás deve. É legal ter mais de uma opinião, descobrir novas visões de um mesmo assunto.