Páginas

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Métrica - por Débora e Janise

Eu e Débora do Cinderelas temos nos divertido com leitura de livros em conjunto. Assim trazemos sempre visões diferentes do mesmo livro. E aí que está a graça da brincadeira.

Livro: Métrica – Slammed
Autor: Colleen Hoover
Editora Galera Record
304 páginas
4 estrelas



Sinopse:
O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina.
Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.



O livro começa com uma cena de mudança, inclusive literalmente, o que indica início de algo novo. E com isso somos presos na leitura pela curiosidade: o que virá agora?
E o que vem são dificuldades e dores. Layken tem que aprender a encarar e lhe lidar com as situações que vão surgindo em sua vida. Todo apoio que ela tem, vai sendo perdido, um a um.


E há momentos de lencinhos, suspiros e reflexões. No meio das tristezas um alívio aqui e outro ali. Coisas delicadas e sutis, em gestos e ou palavras.
As músicas e poemas são um caso a parte, mas dou destaque aos poemas, você vai chorar e se apaixonar.
É um livro “suspirante” com um final apaixonante.
Ah! E vai se apaixonar por Lake e Will, e, ter um carinho especial pela Eddie.
Recomendo.
Bjoo

Agora por Débora do Cinderelas Literárias


Ele chegou assim, de repente, sem avisar
de mansinho, como uma onda num lago, provocada pelo vento.
Ele chegou assim, de repente
como um sopro numa tarde calma, morna
como uma nuvem preguiçosa a passar num céu de brigadeiro.
Ele chegou assim, de repente,
como uma historia de amor, um chick lit suave, um cliché.
Ele chegou assim, de repente,
como uma tormenta de sentimentos, como um adeus no auge da felicidade,
arrazoando tudo o que havia por perto.
Ele chegou assim de repente,
ensinando sobre a vida com uma voz aveludada, sedutora,
e bem sorrateiramente foi me envolvendo.
Falando sobre a perda, sobre a morte, sobre a vida.
deixando-me com meus pensamentos, meus medos e anseios.
Ele chegou assim, de repente.
E eu que pensei que estava lendo um romance de cartas marcadas, terminei com uma dor no peito e agradecendo por tudo que eu ainda tenho. Obrigada Collen Hover!
Sem mais, porque foi assim que me senti ao terminar a leitura, e não seria coerente comigo escrever outra coisa.

Uma leitura amorzinho e em boa companhia, ela melhora