Páginas

terça-feira, 19 de abril de 2016

Pausa

Livro: Pausa – Slammed #2
Autor: Colleen Hoover
Editora Galera Record
301 páginas
4 estrelas



Sinopse:
Destinados um ao outro, Layken e Will superaram os obstáculos que ameaçavam seu amor. Mas estão prestes a aprender, no entanto, que aquilo que os uniu pode se transformar, justamente, na razão de sua separação. O amor pode não ser o bastante.
Depois de testado por tragédias, proibições e desencontros, o relacionamento de Layken e Will enfrenta novos desafios. Talvez a poesia desse casal acabe num verão solitário... Sem direito a rimas ou ritmo. A ex-namorada de Will retorna arrependida de ter deixado o rapaz. E está disposta a tudo para reconquistá-lo. Insegura, Layken começa a ler novas reações no comportamento do rapaz. E na insistência para adiar a "primeira vez" de ambos.
Presos em uma ironia cruel do destino, eles precisam descobrir se o que sentem é verdadeiro ou fruto da extraordinária situação que os uniu. Será que é amor? Ou apenas compaixão? Layken passa a questionar a base de seu relacionamento com Will. E ele precisa provar seu amor para uma garota que parece não conseguir parar de "esculpir abóboras". Mas quando tudo parece resolvido, o casal se depara com um desafio ainda maior - e que talvez mude não só suas vidas, mas também as vidas de todos que dependem deles.
Agora a narração é de Will, amo quando eles dão a visão deles. Agora tudo é novo, digo, um recomeço para Will e Lake.
Um recomeço meio chato e atrapalhado. Primeiro fizeram uma promessa ridícula, depois o besta do Will esconde uma coisa que não deveria, que em seguida a Lake descobre da pior forma, óbvio. Aí meu filho, a coisa fica feia e estraga tudo que estava indo bem.
No meio disso tudo aí tem uma ex-namorada, lógico, e um “melhor” amigo, que tocam o horror na relação do Will com a Lake e vão embora. Sacanagem!
No meio do mimimi de Lake, Will escreve:

Nessa história tem uma menina bizarra, a Kiersten, que tem 11 anos e cabeça de uma mulher de 50 anos. Mas ela emociona quando faz uma poesia sobre o bullying que sofre. E você vai usar lencinho com a poesia linda de Caulder, o irmão de Will.
E sem dúvida nenhuma Colleen Hoover foi má, muito má! Deu uma chocalhada na história de perder o fôlego. Aí a você acelera a leitura e fica dizendo: ai meu Deus, ahh não, ahh não… Se for ler se prepara! Ah, separa um lencinho, talvez seja preciso. No entanto, no final ela nos dá um carinho com um final muito fofo.
Um beijo Will, até o próximo livro!
Recomendo heim!
Bjoo