Páginas

domingo, 29 de maio de 2016

Belo Desastre

Livro: Belo Desastre - Belo Desastre # 1
Autor: Jamie McGuire
392 páginas
4 estrelas

Sinopse:
Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade.
Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa e deseja evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.







A escrita de Jamie McGuire flui muito bem e a história contada na primeira pessoa, por Abby, se passa na época de faculdade.
Tudo começa do nada, (dããã), ou seja Abby não está a fim de Travis, mas ele transa cm tudo que se move do sexo feminino. Como ele viu que não tem jeito se tornaram amigos. Só que é uma amizade confusa, eles querem e não querem, até que ela se interessa por Parker, aí as coisas ficam mais confusa. E para variar, quando Travis descobre que ela é virgem (afffffffffff) seu interesse fica mais confuso. Muito mimimi de confusão. Não estou dizendo que é chato, mas só como é.
Abby fugiu de sua cidade com a amiga America de pessoas como Travis. Ela não queria se envolver com ele, não queria, mas sentiu o drama né? Nem virgindade resiste minha filha!!! Mas Travis sai de bad boy para homem apaixonado ao extremo muito rápido, não dá para ver esse mesmo sentimento na Abby. É esquisito, mas muito lindinho.
Não era apenas eu nem apenas ele — era o que nós dois formávamos juntos”
Só que Travis vacila, e Abby tem lá suas razões e eles se separam… ai que triste que é, dá uma dorzinha no coração da gente. O tempo vai passando e nada… só que não tem como resistir e o final achei muita coisa e precipitado, mas é bonitinho.
É isso, vamos ao próximo!
Bjoo