Páginas

sábado, 11 de junho de 2016

Você Não Precisa Dizer Que Me Ama

Livro: Você Não Precisa Dizer Que Me Ama
Autor: Sarra Manning
560 páginas
3 estrelas

Sinopse:
A doce e estudiosa Neve Slater sempre segue as regras. E a regra número um é que boas garotas, mas gordas não conseguem lindos e atraentes garotos como William, o dono do coração de Neve desde a universidade. No entanto, William permaneceu em Los Angeles por três anos, e Neve emagreceu e se reinventou, para que, quando ele retornasse, caiasse de joelhos apaixonado por ela, nova e melhorada. 
Por isso não está interessada em outros homens. Até que sua irmã Celia ressalta que se Neve quer que William acredite que ela é uma experiente deusa do amor e não a inexperiente e desajeitada garota que ele deixou para trás, seria melhor que conseguisse um pouco de experiência. Neve precisa de alguém para treinar, alguém como o colega de trabalho de Celia. O malvado, superficial e sexy Max. E já que ele é um mulherengo, e Neve não é o tipo dele, certamente não se apaixonaria por ele. Porque William é o homem para ela... Não é mesmo? 
Em algum momento entre a perda de peso e a perda de suas inibições, Neve perde seu coração... Mas para quem?


Escrito na terceira pessoa de forma clara, objetiva, de vez em quando a autora “enche linguiça” com detalhes desnecessários, mas dá para relevar (se você não estiver na TPM).
Neve conhece Max em uma festa onde sua irmã Celia a levou para caçar um namorado, mas pelo fato dela estar acima do peso a coisa não é tão fácil, só que Max é um sedutor safado, pelo jeito não se importa com peso, altura, cor, língua, nada disso. Neve se deixa ser levada e quando vê está em sua cama com Max. Ela está com 25 anos e ainda é virgem e não fala para ele, e, na hora H, ela dá para trás.
Neve é apaixonada por William, a 6 anos, e que voltará dos EUA em 6 meses e, como ela não tem experiência em relacionamentos, quer pegar experiência com homens antes de William chegar (ai meu pai!). Ela tinha obesidade mórbida está perdendo peso, falta pouco para ficar no ideal, por esse motivo a autoestima dela é baixíssima. E lá foi ela em busca de experiência, tentou encontros em site relacionamento, mas não deu certo, então, apelou para Max. E Max “bonzinho” está lá para “ajudar”. Mas depois descobrimos o real motivo que Max topou esse falso relacionamento com ela.
E assim começa esse relacionamento experiência. Eles vão se conhecendo, se descobrindo, ajudando um ao outro. E a todo momento ela deixa claro que o amor da vida dela é William. Mas o relacionamento deles vai de vento em popa, nem percebem que a experiência está dando supercerto.

_Oh, Neevy – disse de brincadeira – há tantas mulheres no mundo que parece injusto para elas me atar a uma só garota” - Max diz quando Neve pergunta se ele teria um relacionamento sério.
Neve avisa que dentro de 2 semanas William estará de volta e Max junta as coisas dele e vai embora. E os dois não aceitam bem essa situação. No entanto, o pior está por vir, Neve engordou quando ainda estava com Max e ela se desespera começa fazer uma dieta louca tomando um medicamento perigoso. Max fica nervoso com ela e avisa que duas pessoas já morreram por causa disso e por isso têm uma briga feia e aproveitam para falar o que querem e não querem.
E finalmente William volta e tem duas surpresas para ela. O que a faz repensar nos 6 anos que a fez sonhar com ele e a pôs em espera e preparação os últimos 3 deles. O que é real ou fantasia? Como trabalhar os sentimentos antes e depois de Max?
No final acredito que ela foi sábia na escolha.
E foi assim, um bom livro apesar da encheção de linguiça.
Bjoo