Páginas

domingo, 3 de julho de 2016

Love In Between

Livro: Love In Between - Love #1
Autor: Sandi Lynn
330 páginas
2 estrelas


Sinopse:
Meu nome é Lily Gilmore, e eu deveria estar me casando hoje. Isso foi até que eu encontrei meu noivo transando com a minha irmã na igreja momentos antes de eu ter que subir no altar.
Depois de encontrar minha irmã e meu noivo juntos, eu resolvi me mudar de Seattle para Santa Monica e começar uma nova vida independente, me concentrar na minha paixão pela fotografia e, é claro, sem homens.
Meu nome é Luke Matthews. Cerca eu um ano atrás eu perdi o amor da minha vida em um trágico acidente de carro. Não há palavras que possam descrever o que eu senti ano passado e ainda sinto até hoje. Meu amor foi levado e eu nunca vou ter isso de volta, esse sentimento que te faz querer viver e fazer essa pessoa a mais feliz do mundo.

O que acontece, quando os caminhos de duas pessoas que não acreditam mais no amor se encontram?


No início do mês li um livro uma irmã que pegou ou noivo da irmã, agora foi a mesma coisa só que uma versão pior, porque ela estava vestida de noiva e o noivo transando com a futura cunhada na igreja, fala sério! Essa foi a tragédia na vida de Lily, sem contar o pai famoso para mundo e dentro de casa ser uma pessoa horrível. Mas agora, um ano depois ela está em outra cidade, deixou a família traíra para trás, e é professora em uma escola e mora em um prédio em que é vizinha de Sam e luke, que são amigos que dividem o apartamento.
Sam é amigável e gentil, Luke é o oposto, no início, depois lógico, claro e óbvio se transforma no homem mais amável da terra (afff).
Entre idas e vindas Luke e Lily não se dão muito bem, mas sentem que tem algo surgindo, talvez um sentimento? Só que nenhum dos dois, por causa de mágoas passadas, não querem nada com relacionamentos.
O que eu não gosto muito nessa história é forçação de barra, não tem nem um mês que eles se conhecem e as pessoas já ficam perguntando se está apaixonado(a)? Ahh fala sério! Sentir-se atraído porque o cara lindo e gostoso ou porque ela é linda e gostosa (eca) tudo bem, mas não força caramba!
E aconteceu e não teve jeito, eles foram atraídos. Talvez as tristezas os tenha unido ou a autora quis assim mesmo hehehehe… sei que depois de certa resistência e uma bebedeira da Lily que recebeu notícias preocupantes, ela e Luke se aproximam. Eles conversam e querem ir devagar, se conhecer (até que enfim!).
Só que o devagar deles é diferente, porque no dia seguinte tiveram um encontro e já tiveram sua noite “amor” (kkkkkkkkkk transaram mesmo, depois de um tempão de jejum, esperar pra quê?). E foi bonitinho.
Aí tudo fica uma maravilha, borboletas voando, coraçõezinhos flutuando, um mar de rosas; até que os espinhos começam a aparecer, as borboletas se transformam em lagartas devoradoras e os coraçõezinhos são partidos, pois é, é assim que é romance. Luke para poupá-la (e porque é besta) escondeu uma coisa da Lily e quando ela soube houve essa reviravolta aí. Eu achei um exagero enorrrrrme, mas tudo bem. Eu fiz esse escândalo todo mas a briga durou 1 minuto, sério, nem deu tempo para chorar hehehehe assim ficou mais emocionante que o livro.
Olha, nem dá para comentar mais o livro, a autora transforma os personagens secundários em principais, Luke e Lily passam a viver no marasmo, tudo fica sem graça (mais ainda), sem o mínimo de emoção. Resumindo, a autora se perdeu. Terminou ridiculamente e diz que tem continuação. Por mim pode continuar a vontade, eu parei por aqui e fiz muito.
E essa coisa foi assim.
Bjoo