Páginas

sábado, 9 de julho de 2016

O Ar Que Ele Respira

Livro: O Ar Que Ele Respira -  Elementos # 1
Autor: Brittainy C. Cherry
308 páginas
4 estrelas

Sinopse:
Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim."




A história já começa com a vida de Elizabeth e Tristan já destroçada, eles perderam seus cônjuges e estão passando ainda pelo luto, mesmo 1 ano depois. E Elizabeth que estava com a mãe, está voltando para casa com Emma, sua filha de 5 anos. Tristan perdeu a esposa e o filho de 8 anos.
A história é narrada por Tristan e Elizabeth.
E assim, é mistério profundo porque Liz se sentiu atraída por Tristan. E o primeiro beijo deles foi ridículo, nada a ver. A autora fica muito tempo sem a narrativa de Tristan, então não sabemos o que se passa com ele. Ficamos só com Liz, que a meu ver é muito sem graça (a princípio). Não há nada que ligue Liz e Tristan até o primeiro beijo. Mesmo não assim, eles sentiram algo com o beijo.
Eles têm a infeliz ideia se juntarem para não esquecerem da esposa e do marido, é mas esse se juntar aí é só para transar (ela podia comer chocolate né? hehehehe). Liz mesmo disse que era uma ideia terrível, mas aceitou (se ele fosse feio talvez ela rejeitasse, mas não era o caso). Que coisa horrível e mórbida! Até que eles percebem e param com isso (aleluia!).
Liz está lendo 50 Tons de Cinza para clube do livro. Em uma certa noite ela está assistindo a um filme onde tem o Hulk, e nessa hora ela adormece e sonha. Mas eu ri e fiquei imaginando. Ela misturou o Hulk com 50 Tons de Cinza no sonho, ficou hilário. E lógico que acordou aos gritos hehehehehehe
Da metade para o final o livro fica melhor. Vamos descobrindo coisas sobre os amigos e a relação entre Liz e Tristan fica mais definida. E quando eles se “encontram” de verdade é um momento especial e bonito. Momentos de suspiros…
Mas adiante o amigo de Liz, que é apaixonado por ela desde antes dela se casar com seu melhor amigo, faz revelações sobre o acidente que envolveu seu marido. Maior clichê, que decepção…
Tristan e Liz que já estavam se recuperando agora estão se desmoronando de novo. Um momento de apertar o coração e lamentar a situação. Outras revelações, surpreendentes. Mas não pense que a coisa fica ruim, pois fica pior, fica terrível! Fiquei mais surpresa e esqueci da decepção do clichê anterior.
O Final? Ahhh o final... Leia, você vai amar!(suspirar e bater pestanas!).
E foi assim.

Bjoo