Páginas

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Onde Está Você


Livro: Onde Está Você -  Entrelinhas # 2
Autor: Tammara Webber
307 páginas
4 estrelas


Sinopse:
Quando conheceu Emma Pierce no set de filmagem de seu último longa-metragem, Graham Douglas ficou imediatamente encantado, mas Emma era o objeto de desejo do superastro Reid Alexander. Graham fez o possível para não se apaixonar por ela, até que um encontro em Nova York dá a ele mais uma chance, e dessa vez ele decide arriscar. Emma sacrificou uma carreira promissora em Hollywood para levar uma vida comum. Ela acreditava já ter superado o que sentia pelos dois caras que disputavam seu coração na filmagem de seu último trabalho, até que o destino coloca Emma em uma cafeteria no meio de Manhattan com aquele de quem ela ainda sente saudade. Brooke Cameron sobreviveu aos três meses no set de filmagem com seu belo e arrogante ex-namorado, o garoto de ouro de Hollywood. Mais velha e sábia, ela agora pôs os olhos em Graham, um grande amigo, e só há uma coisa em seu caminho: Emma, a garota que ele não consegue esquecer. Reid Alexander é capaz de resumir a própria vida em uma única palavra: tédio. Ele não tem muito o que fazer além de entrevistas, sessões de fotos e o lançamento de seu último filme. Em busca de diversão, a última coisa que ele espera é se juntar à sua ressentida ex-namorada para atingir um objetivo comum: separar Graham e Emma. O jogo começou.




Já começo falando que a primeira coisa que gostei no livro foi que agora ele é narrado por Graham também, além de Brooke, Reid e Emma. E Graham começa a narração no ponto em que terminou o livro anterior (Entrelinhas) e depois vamos descobrindo mais e mais coisas sobre ele.


Existe alguma coisa no primeiro amor que desafia a repetição. Antes dele, seu coração é vazio. Sem nada escrito. Depois as paredes são marcadas com inscrições e grafites. Quando termina, não importa quanto esfregue os juramentos rabiscados e as imagens desenhadas, você descobre que tem espaço para outra pessoa, entre as palavras e nas margens” - Graham


Agora vou abrir mu coração e revelar minha tristeza, o motivo desse livro e está aqui na conversa de Reid e Brooke. Não gostei dessa temática, porque sei que é para sofrer:





Além desse jogo de Reid e Brooke, ainda tem a história da divulgação do filme, onde Emma e Reid têm que deixar implícito que são um casal. Um problema isso. Assim eles colocam o plano em ação. Vão minando a confiança do casal e a gente vai sofrendo uma tensão. Ao mesmo tempo vamos conhecendo mais da vida de cada personagem, assim vamos entendendo melhor cada um, não que justifique muitas de suas atitudes. Mas até que o canalha do Reid surpreende.
O final fica uma deixa de esperança para o Reid, que segue no próximo livro.
A coisa boa é que Emma e Graham não são de mimimi nem choradeira.

Uma ótima leitura que flui melhor que baba de quiabo. Recomendo.

E foi assim.
Bjoo