Páginas

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Stuck - Up Suit

Livro: Stuck - Up Suit -  Cocky Bastard # 2
Autor: Vi Keeland e Penelope Ward
300 páginas
3,5 estrelas


Sinopse:
Começou como qualquer manhã no trem. Até que eu fiquei hipnotizada pelo cara sentado do outro lado do corredor. Ele estava gritando com alguém em seu celular como se fosse o dono do mundo.
Quem que esse arrogante engomadinho achava que era... Deus?
Quando sua parada chegou, ele se levantou de repente e saiu. Tão de repente que ele deixou cair seu celular.
Quando eu fui até sua empresa, ele se recusou a me ver.
Então, eu deixei o celular na mesa vazia do lado de fora do escritório do imbecil arrogante.
Sem pensar, eu também posso ter deixado para trás uma foto comprometedora.
Eu não esperava que ele fosse mandar uma mensagem de volta.
Eu não esperava que nossas mensagens fossem assim tão quentes.
Eu não esperava me apaixonar por ele – mesmo antes de nos conhecermos.
Nós dois não poderíamos ser mais diferentes.
Ainda assim, você sabe o que eles falam sobre opostos.
Quando finalmente ficamos cara a cara, descobrimos que, as vezes, os opostos fazem mais coisas além de se atraírem – nós nos consumimos.
Nada poderia ter me preparado para a jornada que isso me levou. E eu, com certeza, não estava preparada para onde eu iria chegar quando essa jornada acabasse.
Todas as coisas boas tem que chegar ao final, certo?
Exceto que nosso final foi um que eu não consegui prever.




O livro é narrado na primeira pessoa por Soraya e Graham. E lógico que quando ele narra é melhor, mas isso é coisa minha.
Soraya achou o celular de um cara que estava gritando nele pouco antes de descer em uma estação. Ela fica uns dias com o celular dele, até que descobre onde ele trabalha e vai lá devolver. Ele é Graham Morgan, lindo mas arrogante e grosso sem igual. Que não a recebe e ela fica furiosa. Ela tira 3 fotos dela, inclusive dos pés tatuados e envia para ele dizendo que a mãe dele teria vergonha dele. E ele fica com essas palavras na cabeça e fissurado nela, porque ela desaforada com ele, como ninguém tinha feito (clichê gostoso!).
E eles trocam mensagem, porque por algum mistério profundo ela colocou seu número no celular dele. Só que dias mais tarde no metrô ele a reconhece por causa da tatuagem no pé, mas ele não diz a ela. Engraçado que cada um sabe quem é outro e os dois pensam que outro não sabe que é. Entendeu? Vou “desenhar”: Graham sabe quem é Soraya, mas pensa que ela não sabe quem ele é e vice-versa. Até o dia que não dá mais para esconder. Eles se aproximam, conversam e se beijam. Depois marcam o primeiro encontro, mas Soraya avisa: nada de sexo. Ele topa, mas jura que ela vai implorar.
Verdade seja dita, Graham está encantado por Soraya. Ela é dura na queda e não dá mole para ele e tem a resposta na ponta da língua. Ele é simplesmente arrogante e convencido demais.

"Eu acredito que arrogância é quando você tem um senso exagerado de suas próprias habilidades. Eu não exagero. Eu sou um realista." (Esse Graham tem que quebrar o nariz, isso sim).

Soraya não queria ceder, porque sabia que no momento em que cedesse ela perderia ele.

Eu não podia arriscar ceder cedo demais e perder este sentimento... Ou perdê-lo.” (menina cautelosa!).

Eles combinaram de que ela levaria ele a uma festa e ele a levaria a uma outra, cada um no seu “mundo”. Porque ele é rico e ela não. Na festa da vez dela, eles conversaram e jogaram limpo, foi uma conversa franca e esclarecedora. Um momento muito legal deles.
E depois de um pouco de jogo eles se acertam, aí… putz… aí, aparece a ex (aquela coisa que tem parte com o cão). Droga. Graham foi trocado pelo melhor amigo. E esse tal “melhor amigo” morreu e deixou a ex e uma filha de 4 anos. E uma coisa aconteceu no velório que mais que pirou a cabeça de Graham e me deixou brava, muito brava! Além de mexer com Soraya e seu relacionamento e mágoas passadas. Essa ex é uma vaca!
O mundo dos dois está dá uma reviravolta e depois fica pior, porque a ex, uma vadia de marca maior, está mexendo com Soraya. Aqui Soraya me decepciona, achei que ela fosse mais esperta. Caiu em uma cilada. Soraya burra!
Uma leitura gostosa e rápida. Graham é intenso em seus sentimentos, acho que mais que Soraya, mas é bonitinho os 2 juntos. Nesse livro tem mais cenas de sexo que o livro 1, mas não tem nada muito descritivo. Não gostei dos personagens secundários.
Uma bela essa distração.
É isso aí!

Bjoo