Páginas

sábado, 27 de agosto de 2016

Agora e Sempre


Livro: Agora e Sempre -  Série Sequels - Livro 1
Autor: Judith McNaught
416 páginas
5 estrelas

Sinopse:
Em 1815, a americana Victoria Seaton perde os pais em um trágico acidente. Ela e a irmã Dorothy ficam desamparadas até descobrirem que a mãe pertencera à aristocracia inglesa. As irmãs são forçadas a partir para a Inglaterra e se hospedarem na casa de parentes desconhecidos. Victoria surpreende-se com seu primo distante, o lorde Jason Fielding, disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade. Confusa pela arrogância de Jason, mas atraída por seu forte poder de sedução, ela percebe o primo é assombrado por um passado doloroso.




Katherine por não poder se casar com quem amava, casou-se com um médico irlandês, depois de 2 meses que seu amor se casou com outra, e saiu da Inglaterra e foi morar na América. Onde teve duas filhas, Dorothy e Victoria. Victoria conheceu Andrew ainda criança e tinham planos de se casar quando completasse 18 anos, mas as coisas começaram a mudar e pioraram quando seus pais morreram e elas foram mandadas para casa de parentes na Inglaterra, quando Victoria descobriu que tinha título de nobreza. Sua mãe nunca havia falado nada sobre seu passado. As irmãs foram separadas e Victoria acabou indo morar com lorde Jason.
Duque de Atherton, Charles, tio de Victoria, antes da chegada dela na Inglaterra, por causa de uma briga com a avó de Victoria, anuncia o noivado dela com Jason. O que deixa Jason muito furioso, porque ele é um libertino e não quer se casar.
Jason apesar de lindo é meio bruto, devido a seu passado horrível. Com a chegada de Victoria, que é uma moça mais que encantadora, muita coisa muda na mansão do marquês.
Victoria conta a Charles toda sua vida, inclusive que era praticamente noiva de Andrew. Pelo que ela contou, Charles pode perceber que Andrew nunca se casaria com ela e tratou de arranjar pretendentes para casá-la, mas na verdade ele quer casá-la com Jason, que tornou a avisar que não a quer, mas que tomo mundo sabe que é o que ele mais quer, a certa altura Victoria já começa a ter pensamentos e emoções sobre Jason. Mas ela ouviu ele dizendo que não quer, o que a irritou e provou uma contenda entre eles.
Enquanto isso os pretendentes estão saindo pelo “ladrão” e Jason recusando a todos, porque tinha que passar pelo crivo dele. Certo dia Victoria recebe uma notícia sobre Andrew que a deixa muito triste e Jason e ela tentam ser amigos (hummm).
Charles usa de uma estratégia para casar os dois e consegue. Mas Jason por uma série acontecimentos tem um pensamento totalmente errado no dia do casamento, e com isso a primeira noite deles foi o horror para Victoria (mas cá entre nós, eu gosto dela, mas nessa noite ela foi muito burra).
Logo depois disso Victoria tem uma conversa com um amigo de Jason que conta a história de sua vida, e que história! Tadinho do Jason!!! Puxa, o cara penou viu?! Ela tenta acertar as coisas, não é tão fácil, mas consegue. Aí tudo está as mil maravilhas, olhinhos piscando, coraçõezinhos flutuantes, sorrisos e suspiros, até que… até que… pois é, acontece uma reviravolta, uma coisa que a gente vai suspeitando desde do início que aconteceria. Eu só não esperava que fosse bem no final. São momentos tensos, chega ser maldade da escritora para com o pobre leitor indefeso.
Mas a história é muito bem escrita, há uma certa ironia nos diálogos, aliás, os diálogos são ótimos e os personagens são melhores ainda. Um livro escrito rápido e gostoso de ler, difícil de parar, horrível quando acaba.
Amei ler e recomendo.
Ahhh e foi assim.

Bjoo.