Páginas

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Sweet Home


Livro: Sweet Home -  Sweet Home # 1
Autor: Tillie Cole
401 páginas
3,5 estrelas


Sinopse:
Com vinte anos, Molly Shakespeare já sabia muito. Ela conhecia Descartes e Kant.
Ela conhecia a Universidade de Oxford como a palma da mão. Ela sabia que aqueles que a amavam podiam abandoná-la.
Ela sabia se virar sozinha. Mas quando Molly deixa o céu cinzento da Inglaterra para trás e começa uma nova vida na Universidade do Alabama, descobre que ainda tem muito a aprender, não sabia que um verão poderia ser tão quente, não sabia que os estudantes podiam ser tão intimidantes e certamente não sabia o quanto as pessoas do Alabama gostavam de futebol americano.
Um encontro casual com o notório Quarterback , Romeo Prince, a deixa incapaz de pensar em qualquer coisa além dos seus olhos chocolate, cabelos loiros escuros, e físico perfeito,
Molly logo se dá conta que sua vida tranquila e solitária está a ponto de mudar, dramaticamente, para sempre.




Ok, foi quase amor a primeira vista, mas também o cara é um baita homão lindo, até eu que sou mais boba cairia nessa. A verdade é que só de ler a cena deles se esbarrando eu já me apaixonei, sou dessas!
Pois é, Molly e Romeo se esbarraram, foi o primeiro encontro, o segundo foi em uma tarefa para ela entrar em uma fraternidade. A tarefa era de olhos vendados beijar um cara para descobrir o que ele comeu. Romeo tirou o cara da jogada e beijou Molly (que chato heim!! hehehehe). Depois disso eles conversaram e foram descobrindo coisas um do outro.
Gosto da forma como eles começam a se envolver, lenta e gradual:
Então eu sou a primeira pessoa que quer apenas você, sem nada em troca? Por que um ser humano quer a outro? Meu corpo o reconhece como algo que é bom para mim. Minha mente o reconhece como alguém que é correto para mim e minha alma o reconhece como alguém que está destinado a mim” - Molly falando para Romeo.

É um casal bonitinho até, mas ele tem aquele lance possessivo irritante: você é minha. Affff!! Mas Molly gosta, nem precisa ficar com pena.
Depois que tudo fica bem, tem a história do passado, pois é, o histórico de Romeo é pesado e abusivo, seus pais ainda estão fazendo pressão para que ele se case com Shelly, que ele não suporta e é uma safada de marca maior.
Os pais de Romeo são pessoas horrorosas. A mãe dele é uma alcoólatra insana e faz uma coisa terrível com Molly, que faz com que ela se desestabilize e a consequência afeta também ao Romeo. Cá entre nós eu achei uma maior babaquice da Molly, se eu pudesse dava na cara dela. Tadinho do meu Romeo! Mas entra um ex na jogada. Até enfim um ex que presta para alguma coisa, aleluia!!! Ajudou Molly a se encontrar e voltar a ter juízo.
A história deles é muito bonitinha, ele é um quarterback famosinho, ela tem o beijo da sorte e eles são queridinhos pelos fãs do futebol. Têm amigos leais e se amam de verdade. Tá certo que ele tem umas coisas estranhas de possessão e dominação, mas isso é devido ao passado dele e Molly sabe lhe dar com isso, então…
É um livro fácil de ler e que nos envolve. Os personagens são carismáticos e a história apesar de simples é gostosinha. Nada complicado demais. E o final é bonitinho. Acho que vale a pena a leitura.
E foi isso.

Bjoo