Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Um verão inesquecível


Livro: Um verão inesquecível - Bedwyn #2
Autor: Mary Balogh
215 páginas
5 estrelas


Sinopse:
Kit Butler é um dos mais afamados solteirões de Londres, casar é a última coisa que lhe passa pela cabeça. Mas a sua família tem outros planos. Para contrariar o casamento que o pai lhe arranjou, Kit precisa de encontrar uma noiva... e depressa. Entra em cena Miss Lauren Edgeworth. Lauren foi abandonada em pleno altar pelo seu noivo, Neville Wyatt. Destroçada, decide que não voltará a passar pelo mesmo: nunca casará. O encontro entre estas duas forças da natureza é tão intenso como uma tempestade de verão... e ambos engendram um plano secreto. Lauren concorda alinhar na farsa em troca de um verão recheado de paixão e aventura. No final, ela romperá o noivado - o que afastará possíveis pretendentes - deixando-os a ambos livres. Tudo corre na perfeição, até que Kit faz o impensável: apaixona-se por Lauren. E um verão já não é suficiente para ele. Mas o tempo não para e Kit sabe que terá de apelar a mais do que as suas vulgares armas de sedução para conseguir convencer Lauren a entregar-lhe o seu coração... na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, para o resto das suas vidas. 






Isso foi um desafio, por acaso? -perguntou, interrompendo o seu amigo na metade da frase - Se foi, duvido muito que pudesse torná-lo mais irresistível se houvesse tentado. Disseram que não permitiriam que me aproximasse da senhorita Edgeworth nem para saudá-la, porque sou o tipo de libertino e descarado do qual deveriam proteger a todo o custo uma flor tão madura e delicada, não é assim? E que ela me congelaria com um simples olhar com esses olhos virginais e sérios, certo? Porque ela é incorruptível e eu sou a corrupção encarnada? Por Júpiter que eu a terei. -Golpeou o braço da poltrona com a palma da mão aberta.


E foi assim que começou, com uma aposta. Kit se casaria com Lauren em 6 semanas. Só que as investidas do libertino foi por água abaixo. Lauren é inteligente, entende dos jogos dos homens. Chegou em um ponto que Kit abriu o jogo com ela, falando da aposta e porque queria casar com ela. Se ele não se casasse com ela teria que se casar com a noiva do seu irmão que morreu, e no meio disso tinha uma questão familiar complicada. Kit pediu perdão a ela por ter agido sem honra. Lauren faz um acordo com ele: ela finge ser sua noiva, ajuda-o nas questões familiares e ele dá a ela uma aventura de verão. Ele topa. Estou fazendo um resumo do resumo, resumido.
Lauren se revelou. Na casa de Kit e entre seus familiares houve momentos lindos(entre eles, ela e a família dele, ele a família dele). Ambos cresceram e ajudaram um ao outro. Podemos conhecer melhor Lauren e Kit. Nos apaixonamos por eles. Aliás, Kit se apaixonou por Lauren, mas ela queria ter uma vida de solteirona, seria sua liberdade, depois que ela rompesse com ele, esse era o acordo. Ele tinha esperança em fazer com que ela desiste e aceitasse casar com ele. Mas ela estava determinada.(Ô bicha buuuuurrrrrrraaa!!!).
E chega o dia em que ela rompe com ele… ai meu coração… que desespero na leitura! Hehehehe…
Ahhh mas o final… o final… não, sério, tem que ler. Mary Balogh foi generosa e maravilhosa nos detalhes. Terminei o livro suspirando e sorrindo…
O livro é cheio de passagens lindas, românticas, delicadas. Também com curas, superação, perdão, amor. Nada de autoajuda e ensinamentos, eca! É somente um romance lindo, só isso.
Kit, já sinto saudade de você…
Ai ai… e foi assim…

Bjoo.