Páginas

domingo, 9 de outubro de 2016

Incendeia-me


Livro: Incendeia-me -  Estilhaça-me # 3
Autor: Tahereh Mafi
384 páginas
1 estrela


Sinopse:
"Um dia eu posso romper. Um dia eu posso romper e me libertar e nada mais vai ser igual."
O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado.
Juliette foi a única que restou no caminho do Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver,
Restabelecimento não sobreviverá.
Entretanto, para destruir Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.



Realmente não gosto da escrita dessa autora, a escrita é chata, ela força a barra fazendo a protagonista gostar do antagonista e desconstrói a imagem do “mocinho”. Sério, além de me irritar, não sei qual outra intenção dela?
Agora Warner é bonzinho feito um cordeirinho e Juliette anda acreditando nele. O pior é que o lobo mal salvou a vida dela. A certa altura Julietta, a tapada, volta a se encontrar com o pouco que sobrou do Ponto Ômega, cerca de 8 integrantes, entre eles Kenji, Adam e seu irmão James.
Ela conta tudo que passou e Adam está de queixo caído por ela acreditar tudo que Warner tem falado (Nem eu me conformo Adam, esquece essa menina fraquinha, muito burra. O poder dela torrou o cérebro!). Mas coisa piora, claro, pois ela quer se aliar a Warner para lutra contra o Restabelecimento. Imagine a “felicidade” do grupo? Pois é.
Olha, vou ser franca e fria: essa Juliette é uma vaca. Perdi meu precioso tempo nessa leitura chata e com umas decisões sem sentido. A autora forçou a barra, Deus me livre!
Graças a Deus a terminei, não recomendo, mas se quiser ler o problema é seu! Mas já sabe, gosto é gosto.
É isso.
Bjoo.