Páginas

domingo, 30 de outubro de 2016

Provocante


Livro: Provocante - As Flores Mais Raras 02
Autor: Madeline Hunter
400 páginas
4 estrelas


Sinopse:
OS TRISTES DIAS DE UMA JOVEM FORÇADA A SE CASAR.
Verity Thompson desapareceu no dia do seu casamento. Seu paradeiro ficou em segredo por anos, um longo período no qual seu marido, o conde de Hawkeswell, viveu na penúria e na incerteza.
Verity deixou para trás uma fortuna imensa, porém, inacessível à família, pois sua morte não havia sido oficialmente declarada. Nem poderia, já que ela estava bem viva.
Ao ser obrigada a se casar, ela foge de Londres e refugia-se no campo. Abandonou sua fortuna em troca da liberdade. Mas o destino tem os seus próprios desígnios e a jovem se vê obrigada a regressar à cidade e a um casamento sem amor.
Seu arrogante marido, porém, está disposto a chegar a um acordo: se Verity lhe der três beijos por dia, ele não a obrigará a cumprir os deveres conjugais.
Mas, claro, há beijos e beijos e Verity vai perceber até que ponto foi realmente um erro se entregar nas mãos de um hábil mestre.




Agora é vez de outra “flor”, Verity, que fugiu depois do seu casamento com o conde de Hawkeswell e se escondeu por 2 anos, quando foi descoberta pelo próprio marido. Depois de uma desculpa, que na minha opinião foi fraca, o conde não está disposto a abrir mão dela, enquanto ela quer a anulação e foge da consumação do casamento (tonga mesmo, o conde é tudo de bom e mais um pouco! Ops!!). Em todo caso, eles não foram direto para casa em Londres, depois dele descobrir onde ela estava, como o conde estava na companhia do Lord Sebastian e Audrianna (Livro 1), eles foram com este casal para casa de campo por alguns dias, a pedido de Audrianna. Enquanto isso o conde e Verity fizeram um acordo, até eles voltarem para Londres ela daria 3 beijos por dia nele e ele não obrigaria ela a cumprir “os deveres conjugais”.
E essa história dos 3 beijos dá uma esquentadinha, mas Verity é muito mimizenta, tem que ter paciência pra ela. E o conde tem viu?! Eu já teria dado umas sacudidelas nela e arrastado pra cama! Sem paciência eu estou. No entanto, com o desenrolar da história a gente vai compreendo o porquê do comportamento da Verity.
A história toma rumos diferentes, além do romance deles, mas que interfere na relação deles, porque está ligado a uma pessoa do passado de Verity, alguém ela se sente ligada e foi por causa dessa pessoa que ela se casou com o conde.
A história é bonitinha, os personagens são muito bons e a gente se envolve e a leitura flui. Dá pena terminar. Hawkeswell e Verity formam um casal muito lindinho. Amei ler.
E foi isso.
Bjoo.