Páginas

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

A Chegada do Duque


Livro: A Chegada do Duque - Série Rimas Com Amor #01
Autor: Elizabeth Boyle
384 páginas
5 estrelas


Sinopse:
Tabitha Timmons havia decidido que preferia converter-se em uma solteirona sem dinheiro que casar-se com o primeiro homem que aparecesse. Inclusive se esse homem seja nada menos que o duque de Preston, um homem vaidoso e insuportável, mas também terrivelmente atraente.
Mas justo nesse momento o pároco do povoado lhe dá uma notícia que ameaça balançar sua resolução: Tabitha receberá uma imensa fortuna somente se contrair matrimônio com o senhor Barkworth, um homem de uma reputação talvez demasiado respeitável.
Preston, entretanto, acredita ver em Tabitha um espírito rebelde similar ao seu e assume a missão de impedir esse casamento tão inadequado.
Para isso, se intromete na vida da jovem cada vez que encontra ocasião.
Prontamente, Tabitha se verá dividida entre a possibilidade de herdar uma fortuna e segurança econômica e na seguinte uma paixão provocada pelos beijos de Preston, que prometem uma classe muito diferente de felicidade.




O argumento é bem divertido, mas confesso que a achei a escrita de Elizabeth Boyle um pouco cansativa. Ela “voa” um pouco nas divagações ou pode ser o calor que está me deixando inquieta.
Tabitha mora em uma cidade pequena, onde a há poucos homens, por isso a taxa de solteiras é alta. Mas até que Tabitha já estava acostumada a ideia. Órfã, ela morava com os tios que a exploravam como se ela fosse uma empregada.
Em uma tarde, no meio de uma disputa corrida de “carros” (carroça), optaram por um atalho indicado por conde Roxley que estava com o duque Preston e se vêm com a roda quebrada (esqueci o nome da carroça, carruagem, sei lá! Hehehehe) na cidade de Tabitha. Nesta cidade é quem mora a tia do conde Roxley, por isso ele conhece as pessoas de lá. E por um acaso, na hora em que carroça estava no “conserto”, Tabitha e mais 2 amigas passavam. Harriet já conhece o conde e ele as apresenta ao duque, só que ele as apresenta como amigo Preston e não como duque. O coração de Tabitha quase saiu pela boca.
Nesse mesmo dia Tabitha recebe a notícia de uma herança, mas só a receberia se casasse com o senhor Barkworth, antes de completar 25 anos, e só faltava um mês. Assim foi ela para Londres para conhecê-lo e casar-se. Só que no meio do caminho em uma hospedaria ela encontra os dois de novo, Roxley e Preston. Neste dia, melhor, nesta noite, Tabitha e Preston jantam juntos e conversam muito, riem e traz à Preston lembranças e sensações de sua família (ele também é órfão e mora com os tios). Ele se encanta com a personalidade dela. É um momento bem bonito deles, inclusive ele tentou ensiná-la a dançar e teve os pés pisados. A uma certa altura eles se beijaram e Preston se apavorou de tanto que gostou e se derreteu com ela que fugiu! Pois é, não foi ela quem fugir, mas ele hehehehe.
Duas semanas depois eles se encontram e ela tenta manter escondido que ela está lá para se casar, só que as amigas contam. Mal sabe ela que ele estava ali a procura dela. Depois disso ele passa a tentar descobrir por que ela resolveu se casar, e por que tão rápido. Aí começa uma aventura. Preston descobre toda verdade sobre o casamento, herança e testamento e parte para salvá-la.
O livro é muito bom, com diálogos divertidos, personagens excelentes, a trama bem montadinha. Impossível não se apaixonar por Tabitha e Preston, eles são lindos e a gente torce por eles o tempo todo. O entrosamento deles é uma coisa a parte, um casal feito um para o outro. Não tem melação, mimimi, nada erótico e nem conto de fada. Amei ler. Vou sentir falta…
E foi assim…
Bjoo.