Páginas

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

A Noiva do Duque


Livro: A Noiva do Duque
Autor: Lorraine Heath
317 páginas
4 estrelas


Sinopse:
Armadilha de amor --- Londres, 1888 >> Louisa Wentworth sabe que nunca encontrará um bom partido, por causa da precária condição financeira de sua família. Resignada a permanecer solteira, a linda e orgulhosa dama concorda em ser acompanhante de uma jovem herdeira americana que está à procura de um marido nobre nos conturbados círculos sociais de Londres. O atraente duque de Hawkhurst precisa se casar com uma herdeira rica para beneficiar a própria família, e a abastada jovem americana, srta. Jenny Rose, é a noiva ideal. Mas a irritante dama de companhia da moça parece determinada a manter os dois afastados. E o pior de tudo é que Hawk se sente muito mais atraído pela estonteantemente bela Louisa do que por Jenny! Desesperado, ele arquiteta um plano para forçar Jenny a desposá-lo. Mas quando é a adorável Louisa quem cai em sua sensual armadilha, aquele jogo romântico toma um rumo dos mais inesperados...








Essa história é cheia de nobres pobres e desesperados por futuras esposas ricas para eles possam sair da sarjeta. Acho que foi o tempo em estava começando: trabalha ou morre de fome. Os nobres eram tudo à toa na vida. Nessa situação se encontravam três nobres que eram amigos: um duque, um marquês e um conde.
A irmã do conde, lady Louisa, uma solteira de 26 anos, começou a trabalhar de dama de companhia para uma família americana riquíssima que queria casar as duas filhas. Logo, os nobres viram aí a oportunidades deles. A mãe das meninas só pensava nos títulos e eles só na grana.
Mas nessa história aí há um detalh: Louisa gosta do duque e o duque gosta dela, mas tudo sem ser revelado. Primeiro porque lady Louisa apesar de bonita e inteligente está pobre e por isso não tem dote e só há possibilidade de casamento com dote. Segundo, porque o duque está pobre e ela é irmã do melhor amigo.
E assim Louisa começa a trabalhar para a família americana e apresentar as meninas a sociedade, e lógico os 3 nobres atacaram. Como a dama de companhia estava sempre com as meninas, fez com que a resistência do duque, a ela, fosse fragilizada e sucumbiu, não resistiu e beijou Louisa. É lógico que os dois gostaram, mas o duque fugiu. Segundo livro que vejo um duque fugir depois do beijo.
Quando o duque percebeu que a concorrência estava grande armou uma cilada para ser pego em uma cena comprometedora com a americana, mas quem caiu na cilada foi a dama de companhia. Aí não teve jeito e os dois tiveram que se casar. E já sabe, quando há casamento bem antes do final do livro e sinal de que lá vem coisa!
E veio. A autora trabalhou com carinho essa segunda parte: o casamento, o relacionamento deles, uma surpresa(nada de gravidez), uma revelação, um momento de tensão, uma reviravolta e um momento de coração palpitar. Enumerei assim para não dar spoiler.
É um livro muito gostoso de ler, com homens que não acreditam no amor e sucumbem, com nobres pobres tentando a maneira deles se reerguer, com mulheres fortes, uma dose de segredo e revelação, romântico sem ser meloso. Uma leitura rápida e fluida. Um romance histórico diferente. Amei ler.
E foi isso.
Bjoo.