Páginas

sábado, 10 de dezembro de 2016

Madrugadas de Desejo


Livro: Madrugadas de Desejo - Sydney Dovedale # 1
Autor: Jayne Fresina
288 páginas
3 estrelas


Sinopse:
Um jogo de mistério e sedução que não terminará a menos que os dois se entreguem. A Inglaterra do século XIX é elegante, charmosa e aventureira. Um lugar onde é difícil não se deixar levar pelos deliciosos (e perigosos) jogos que lords e ladies libertinamente experimentam. Não poderia ser diferente na bela Brighton, o lar de Ellie Vyne e James Hartley: inimigos declarados desde a infância. Ellie sempre foi uma mulher de ideias a frente de seu tempo, temperamento forte, ousada e, principalmente, avessa a todas as tentativas de suas irmãs para lhe arrumarem um marido. Afinal, com 27 anos era um absurdo ainda perambular sozinha por aí. E é claro que James, um dos solteiros mais cobiçados da cidade, fazia questão de deixar clara sua desaprovação. Durante suas misteriosas escapadas, Ellie rouba algo muito precioso de James, que não terá paz até descobrir a identidade do ladrão. Querendo ou não, eles estão cada vez mais próximos. Como resistir ao charme de James e levar sua mentira adiante? Nesse jogo de perdição, Ellie arriscará tudo, inclusive seu coração. Enquanto James tenta desvendar o segredo da jovem, o desejo proibido que surge entre os dois será capaz de romper com todas as regras da alta sociedade inglesa.




Para um romance de época, Madrugadas de Desejo, é bem diferente das histórias que já li, está bem mais para comédia romântica. Mas não achei uma história delicada, ao contrário; Ellie é uma solteirona de 27 anos, sem modos, se finge de homem pra jogar e ganhar dinheiro para pagar ajudar ao padrasto, e, pelo que pareceu, não é muito delicada nem feminina, pois vivi se rasgando, se sujando e perdendo as luvas, teve uma quantidade grande de noivados, se deitou com os noivos e não gosta de obedecer a ninguém.
James já está perto dos 40 anos e ainda está solteiro. Sempre foi apaixonado por Sophie, amiga de Ellie, mas ela se casou com outro. James e Ellie sempre foram inimigos, devido acontecimentos entre suas famílias. E eles sempre viveram de “batendo”, até que um dia em uma festa de máscaras, James pra lá de bêbado, fugindo das mulheres, ele se encontra com Ellie, mas não sabe que é ela. Eles passam um tempo conversando e eles se beijam. Um beijo que encantou James. E depois desse dia ele passou a procurá-la.
A autora enche um pouco de “linguiça”, coloca um monte de pontas, histórias no meio: tem um tal conde misterioso que é segredo de Ellie, tem um segredo no passado de James que nem ele sabia, tem uma criança idiota apaixonada por James, um pretendente nada a ver. Lógico que depois ela junta tudo, mas ficou mais um remendo que complemento, ou, eu posso estar de mal humor.
Não é um livro romântico, está mais para uma comédia. O final é bonzinho. Mas fiquei feliz quando terminou.
Outra coisa, fiquei esperando as madrugadas de desejo, e fiquei só no desejo e perdi as madrugadas. “Mó” propaganda enganosa!
E foi isso.
Bjoo.