Páginas

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

A Noiva Roubada


60/200
Livro: A Noiva Roubada
Autor: Christie Ridgway
192 páginas
3 estrelas


Sinopse:
Milionário do mês: Luke Barton
Origem da fortuna: Empresa de tecnologia
Lema: Acredite no sucesso, rejeite o fracasso

Após ter sua herança roubada pelo irmão gêmeo, Luke jurou que dedicaria sua vida a atingir dois objetivos; sucesso e vingança. E, quando ele menos espera, em seu mês de isolamento na casa de Hunter, a noiva de seu irmão, Lauren Conover, surge como o instrumento perfeito para seu acerto de contas. Basta uma simples troca de identidade para que Lauren se entregue a ele cegamente... Mas Luke não havia previsto um pequeno detalhe: que seu coração tomasse as rédeas da situação!




Ainda não sei bem se gostei ou não. Acho que gostei, mas por causa do … sei lá o porquê!
O argumento é interessante e no desenrolar da história a gente passa até a desconfiar que a ovelha é o lobo mau e ele nem sabe.
Pois bem, a história é a seguinte. Sete amigos e um testamento. Ahh!!! esse é o segundo livro da série Milionário do Mês, e eu não sabia. Continuando… esses amigos tinham que ficar em um tal chalé lá que seria mais tarde transformado em outra coisa, mas isso não vem ao caso. Continuando… sete amigos, minto seis, porque um morreu e o testamento é dele. Continuando… seis amigos dormiriam no tal chalé por um mês, alternando entre eles. No mês de Matt dormir ele não pode, pediu para seu irmão Luke trocar com ele. E contra vontade ele foi, porque ele não falava com irmão devido a brigas no passado.
Em todo caso Luke foi. Estando lá, apareceu a noiva de Matt. Matt e Luke são gêmeos IDÊNTICOS. Luke não conversou, quando viu a louraça, não teve dúvida de que ele era “Matt” hehehehe.
Mas olha, ele pra mim foi um baita de um filho da &#$@*%$# piiiiiiiiiiiiiiiiii...
E quando o irmão dele aparece??? Eita nós!!
A escrita não é lá aquelas coisas, mas a gente continua lendo por causa curiosidade. A gente quer saber como vai ser quando ela descobrir a troca dos gêmeos. Lamento a autora não ter desenvolvido como deveria, é tudo muito superficial e o tempo em que tudo acontece é muito, muito pequeno para tanto sentimento.
E foi assim.

Bjoo.