Páginas

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Armadilha do Destino


40/200
Livro: Armadilha do Destino
Autor: Jessica Steele
123 páginas
2 estrelas



Sinopse:
Enquanto ela dormia…
Claire Farley perdeu a memória em um grave acidente de carro. E ao se recuperar de um coma descobre que está noiva de Antony Kershaw.
Claire não tinha como contestar aquela situação, pois o passado era, para ela, um enigma na sua vida... E, além do mais, Antony demonstrava ter todas as qualidades para ser um marido perfeito!
Quando finalmente recupera a memória, descobre que há uma peça no quebra-cabeça que não se encaixa: ela nunca vira Antony antes! Como explicar, então, a razão de estar morando na casa dele, usando um anel de noivado dado por ele e... compartilhando a mesma cama?





Esse é puro spoiler, se não gosta é hora de sair daqui.
Avisei.
Para os que ficaram…
O argumento é até interessante, mas a autora estragou tudo.
Vou usar a enumeração.


  1. Ela está no hospital e acorda sem memória;
  2. Seu noivo está com ela;
    1. Ele é bonito, sarado e RICO;
    2. Se apaixonou por ela quando estava entrando no hospital ainda ensanguentada na maca(ai ai);
  3. Ele a leva para sua casa (leia-se mansão) para cuidar dela;
  4. Ela recupera a memória e descobre que não é noiva dele;
  5. Ela sofreu um acidente fugindo do cunhado que tentava violentá-la;
  6. Ele parece um príncipe em época errada;
    1. Todo cuidadoso e respeitoso, aquelas coisas que não existe;
  7. Ela é chata e mimizenta demais.
    1. Sortuda do caramba!


Tinha tudo para ser bom. A história da amnésia é interessante, isso porque a gente vai sentindo o cuidado que o “noivo” tem com as palavras e fica sempre subentendido que tem algo mais na história. Só que a autora tornou a “noiva” muito chata, insegura e infantil. Aí estragou tudo. Só lamento.
E foi isso.
Bjoo.