Páginas

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Enigma de uma Vida


27/200
Livro: Enigma de uma Vida
Autor: Marjorie Lewty
112 páginas
3,5 estrelas


Sinopse:
Loucamente apaixonada pelo industrial Blake Morden, a engenheira Maggie Webster, sua assistente direta, não pensou duas vezes em aceitar seu pedido de casamento. Sabia que era um matrimónio de mentirinha, arranjado para enganar o pai de Blake, que não queria ver o filho como marido da exuberante e volúvel Flora Deering. Casados, Maggie e Blake iriam para a longínqua Hong Kong, a trabalho, e lá se separariam. Aí, então, ele cairia nos braços de sua adorada Flora! Maggie tinha consciência de que iria sofrer com aquela encenação, mas ás vezes a vida e o amor não passam de um jogo, e ela tinha que pagar para ver...





Uma história para sentir raiva do “fanfarrão”.
Blake e Maggie trabalham juntos, sendo ela sua assistente. Blake é mulherengo que só. Maggie é apaixonada por ele. Mas quando Blake conhece Flora, uma pirangueira de marca maior, se apaixona. Aí, Maggie perde as esperanças de vez, inclusive está disposta a ir embora.
Mas acontece uma reviravolta e Blake pede para Maggie casar com ele, por questão de negócios. Até que faz sentido. A autora desenvolveu bem o argumento.
E no meio dessa história, Blake se transforma em um monstro (quis dar uma surra nele!). Maggie encontra um “ombro amigo” (eu dava uns beijinhos nesse fofo, ops!), para desgosto de Blake. A gente quase que torce para o “ombro amigo”, porque Blake se comporta muito mal, meu filho diria: malzão!
Marjorie Lewty quase ira 4 estrelinhas de mim com sua escrita envolvente e argumento interessante, mas no final ela aloprou, acredito que ela estava com pressa de entregar a história para o editor e colocou qualquer porcaria rápida para terminar. Sério que penso assim. E mesmo assim gostei, aliás, não consegui parar de ler.
E foi isso mesmo.
Bjoo.