Páginas

quinta-feira, 9 de março de 2017

A Veil Of Vines


92/200
Livro: A Veil Of Vines
Autor: Tillie Cole
280 páginas
3,5 estrelas


Sinopse:
Para a maioria das pessoas, príncipes, princesas, condes e duques são encontrados apenas nas páginas dos mais famosos contos de fadas. Coroas, joias inestimáveis e tronos dourados pertencem apenas aos sonhos da infância.

Mas para alguns, essas fantasias frívolas são verdade.
Para alguns, eles são real.
No Upper East Side de Manhattan, as pessoas sempre me trataram como alguém especial. Tudo por causa do meu nome ancestral e legado. Tudo por causa de uma conexão que eu compartilho à família mais importante de nosso país de origem.
Sou Caresa Acardi, a Duquesa de Parma. Um sangue azul da Itália. Nasci para casar bem. E agora a data do casamento está marcada.
Vou casar-me em casa Savona. A família que teria sido a realeza se a Itália não tivesse abolido a monarquia em 1946. Mas para os aristocratas de minha casa, a abolição não significa nada.
Os Savonas ainda mantêm o poder onde mais importa.
Em nosso mundo apertado de dinheiro, status e bolas mascaradas, eles são tudo e muito mais.
E logo vou me tornar um deles.
Logo vou tornar-me a esposa do príncipe Zeno Savona ...
... ou pelo menos eu era, até que eu encontrei Achille.
E tudo mudou.


Esse livro é quase um conto de fada com príncipe e tudo. A história começa de um jeito e dá uma reviravolta, e tudo que estava planejado para acontecer tem seu rumo mudado.
Caresa Arcadi, duquesa de Parma, estava prometida para o playboy príncipe Zeno Savona. Os meses que antecederam seu casamento ela ficou hospedada em Zúmbria, em uma mansão rodeada de vinhedos. Como seu noivo a deixou lá e viajou a “negócios”, sem dar notícias, então ela passou a percorrer a propriedade. Foi assim que ela foi parar em um lugar lindo, com um cara lindo de viver e de morrer, o enólogo Achelli. Por quem ela acaba se apaixonando. Eles se apaixonam.

A história é doce e fofa, apesar de achar que a autora encheu um bocado de linguiça. Os personagens são bons, cativam a gente. O argumento é bom, só no desenvolvimento, como disse, Tillie Cole exagerou no blá blá blá e no final foi uma melação digna de romance de banca. Mas mesmo assim vale a pena ler, é uma história muito fofa.
E foi assim.
Bjoo.