Páginas

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Something About Lorelei


113/200
Livro: Something About Lorelei
Autor: Sandi Lynn
338 páginas
4 estrelas

Sinopse:
Jack Sutton
Meu nome é Jack Sutton, CEO da Sutton Fashion Magazine e eu tenho o mundo na ponta dos dedos. Uma carreira de sucesso, grande quantidade de dinheiro e belas mulheres que estão sempre prontas ao meu chamado. Meu problema? Eu vivia sob a sombra da minha mãe, que começou a empresa a mais de trinta anos. Para não mencionar ela ter casado e se divorciado seis vezes, deixando um gosto ruim na minha boca, tanto quanto as relações me preocupavam. “As mulheres eram nada além de meros brinquedos. Elas foram feitas para meu próprio prazer pessoal e quando eu terminava o jogo elas eram jogadas para o lado”.
Em seguida, entrou Lorelei Flyn. Ela era bonita e tão errada para mim. Qual o problema? Ela era minha assistente pessoal e ela estava fechada para dizer o mínimo. Apesar disso a mulher era bonita, eu tinha uma enorme necessidade de descobrir o que estava por trás de toda essa beleza. Era algo que eu não podia explicar. Era apenas algo sobre Lorelei.
Lorelei Flynn
Meu nome é Lorelei Flynn e eu era a décima quinta assistente pessoal de Jack Sutton em pouco mais de um ano. Meu namorado morreu há sete anos em um acidente de carro. Antes de morrer ele me deu um presente: a minha filha, Hope. Minha vida não fez nada a não ser girar em torno dela. Eu não tinha encontros e eu não tinha feito sexo em sete anos. Então, Jack Sutton entrou em minha vida e ele era tão sexy como o pecado, mas ele não era nada além de um mulherengo e meu chefe. A linha que não podia ser cruzada e estava lá no dia em que assumi o cargo. Ou, não devia ser cruzada. Mas foi cruzada e agora o único mundo que eu tinha conhecido foi subitamente mudando e isso assustou o inferno em mim.





Eita como gosto de um livro na primeira pessoa! Nisso o livro já tem uma estrelinha garantida. Eu sei, eu sei… sou fraca, me perdoe, me perdoe…
Um baita clichê (amo clichê, sou dessas). Jack é um patrão severo, lindo e “garanhão” (ainda se fala assim de homem safado, galinha?) e Lorelei a secretária linda da vez.
A história tem muitos pontos, ou seja, os personagens secundários estão “vivos” e influenciam na história dos dois, só que tudo é muito superficial. Eu sei que a ênfase tem que estar sobre o casal, mas para melhorar o caso deles, o que ocorre ao redor tinha que ser mais aprofundado. Passaria de uma história fofa, para um romance lindo. Entende?
Jack é exigente e perfeccionista, acaba de demitir sua 14ª assistente pessoal. Lorelei está a 2 meses desempregada e preocupada, pois tem uma filha, a Hope, de 7 anos para sustentar. Garret a contrata e avisa a Jack, só que esconde dele que Lorelei tem uma filha, isso porque Jack diz odiar crianças.
Quando Jack bateu os olhos em Lorelei pela primeira vez já ficou duro, ops!!, digo, tenso. Ela também gostou do viu, não esperava que ele fosse tão bonito. Bem, como já era de se esperar os dois acabaram na cama. E quando tudo estava belezinha, depois de um tempo, ele descobre a Hope. O tempo fechou e eles se separaram.
Mas dando suporte a história há: um problema sério na empresa de Jack, tem a mãe dele também que não é flor que se cheire, tem a Coco, que é a irmã e seu namorado que não vale nada, a Hope que é uma fofa lindinha. Enfim, os personagens são muito bons.
Agora, agora… o final… lá vai um meio spoiler.
O final é de fazer o ursinho Pooh babar, de tanto mel e melação, quase fiquei enjoada. Sandi Lynn perdeu estrelinha com o exagero. Mas é um livro muito fofo, bom para ressaca literária, ainda mais que a leitura flui muito bem e a história é uma bela distração.
E foi assim.
Bjoo.