Páginas

quinta-feira, 20 de abril de 2017

The Two Dukes of Wyndham

 


The Two Dukes of Wyndham

Julia Quinn







119/200
Livro: Mr. Cavendish, I Presume - The Two Dukes of Wyndham 02
Autor: Julia Quinn
384 páginas
2 estrelas

Sinopse:
Amelia Willoughby está comprometida com o Duque de Wyndham por tanto tempo quanto consegue se lembrar. Literalmente. Com apenas seis meses de idade quando os contratos foram assinados, ela passara o resto de sua vida esperando. E esperando. E esperando... por Thomas Cavendish, o oh-tão-nobre duque, finalmente se aproximar para se casar com ela. Mas enquanto Amelia o observa de longe, ela tem uma leve suspeita de que ele nunca pensa nela, de forma alguma...

É verdade. Ele não pensa nela. Thomas gosta muito de ter uma noiva — nada melhor para manter as caçadoras de marido à distância — e ele tem a intenção de se casar com ela... eventualmente. Mas justo quando começa a perceber que sua noiva poderia ser algo mais do que conveniente, o mundo de Thomas é abalado pela chegada de seu primo há muito perdido, que pode ou não ser o verdadeiro Duque de Wyndham. E se Thomas não é o duque, então ele não está noivo de Amelia. O que é a piada mais cruel de todas, porque este arrogante e ilustre duque cometeu o erro de se apaixonar... pela sua própria noiva!



Como não sabia, li o livro 2 primeiro, o que na verdade não faz muita diferença. Bem, pensando bem, faz sim, por que não aceitei a história. Fiquei apaixonada por Thomas e rejeitei Jack.
Thomas foi criado para ser duque. E foi. Era um excelente duque, por sinal. E junto com isso foi prometido ainda quando criança a Amélia, que na época era um bebê.
Quando tudo estava bem, as mil maravilhas e até se apaixonando pela noiva prometida, que aliás, foi criada para ser uma duquesa, aparece um primo. Primo, o Jack, esse que é o verdadeiro duque (spoiler né? Desculpa).
A leitura foi maçante, só continuei porque queria saber se o Thomas era o duque. Torci muito por ele, ele não merecia esse final. Mas a Julia Quinn pensou diferente, estragou tudo. Então como vingança eu solto spoiler e não recomendo a leitura. É pura injustiça.
Sem contar que o livro 1, no meu caso foi o segundo a ser lido, foi mais maçante ainda, além da escrita cansativa a história foi repetida. Um livro inútil.
Os personagens melhores são Thomas e Amelia, não gostei de Grace e Jack. Personagens secundários fraquíssimos. (Ai me revoltei!).
E foi assim.
Bjoo.



120/200
Livro: The Lost Duke of Wyndham - The Two Dukes of Wyndham 01
Autor: Julia Quinn
371 páginas
2 estrelas

Sinopse:
Jack Audley era um ladrão de estrada. Um soldado. E ele sempre fora um malandro. O que ele não era, e nunca quisera ser, era um nobre do reino, responsável por uma antiga herança e pelo sustento de centenas de pessoas. Mas quando ele é reconhecido como o filho há muito perdido da Casa de Wyndham, sua vida despreocupada chega ao fim. E se o seu nascimento se provar ser legítimo, então ele se encontrará com o único título que nunca desejou: Duque de Wyndham.
Grace Eversleigh passara os últimos cinco anos trabalhando exaustivamente como a acompanhante da nobre viúva Duquesa de Wyndham. É um trabalho ingrato, com muita pouca quebra de rotina... até Jack Audley surgir em sua vida, todo cheio de sorrisos libertinos e charme jovial. Ele não é um homem que aceita um não como resposta, e quando ela está em seus braços, ela não é uma mulher que queira dizer não. Mas se ele for o verdadeiro duque, então ele será o único homem que ela nunca poderá ter...



Ver resenha de Mr. Cavendish, I Presume - The Two Dukes of Wyndham 02, os dois livros são praticamente iguais, leu um, leu o outro. Um é com o foco em Thomas e Amelia(livro 2) e o outro Jack e Grace (livro 1).
Pois é, foi isso aí!

Bjoo.