Páginas

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Um Pequeno Escândalo


112/200
Livro: Um Pequeno Escândalo
Autor: Patrícia Cabot
188 páginas
4 estrelas

Sinopse:
Burke Traherne, Marquês de Wingate, ficou famoso por sua natureza irascível, apesar disso não conseguiu dominar Isabel, sua filha de dezessete anos de idade. A senhorita Pitt, a última de uma sucessão de damas de companhia, resignada, acabava de pedir demissão com lágrimas nos olhos. O marquês teria que encontrar rapidamente uma substituta porque sua filha invariavelmente, jogava-se ao pescoço dos homens mais inadequados. Burke não podia mais aguentar isso.
Seu primeiro encontro com Kate Mayhew foi um desastre, ela cuidava dos filhos dos vizinhos e parecia ter um caráter diabólico, mas Isabel gostava muito dela e só comportava-se bem, quando estava com Kate. Assim, Burke teve que pagar uma quantia astronômica para contratá-la, sabendo que a paz não tem preço.
Lorde Wingate cometeu um grande erro, porque introduzir em sua casa uma mulher tão sedutora como Kate Mayhew, era a garantia certa de ser tentado a ficar em casa.





De fato não gosto muito da escrita de Meg (Patrícia) Cabot, mas o argumento é sempre muito bom, por isso insisto nessa autora.
Pois bem, esse livro é mais fácil de ler que Proposta Inconveniente, esse é bem menos cansativo e a autora quase não divaga, o que torna a leitura rápida. E a história é muito fofa.
O marquês de Wingate traz sobre si um escândalo de divórcio e uma filha que vive dando trabalho. Ele não consegue manter uma dama de companhia para sua filha. Até que ele conhece Kate Mayhew, que aliás, o primeiro encontro deles foi inusitado.
Sua filha faz com que ele contrate Kate como dama de companhia. Só que Kate é para ele, irresistível. E a recíproca é verdadeira.
Kate Mayhew tem um passado cheio de segredos, um conde apaixonado por ela, temores de lembranças. Mas é doce e envolvente. Assim ela conquista a todos. Kate sabia que o marquês jamais se casaria de novo, não tinha planos de se envolver com ele, só que quando deu por si, já estava em seus braços.
A partir daí muita água rolou e a história tomou novos rumos. Kate foi embora e o marquês sucumbiu, mas por causa do passado dela, eles voltam a se encontrar. É quando tudo vem a tona e tudo é revelado e esclarecido.
Dei 4 estrelinhas porque hoje eu estou muuuuuuito boa e também, porque gostei do marquês e da Kate. Agora, acho que a autora poderia ter desenvolvido melhor muitos pontos como: a filha, o conde, o marquês e até mesmo o passado de Kate. Foi tudo muito superficial. Isso deixou a história rasa, mas como disse, estou muito boa hoje.
E foi isso.
Bjoo.